quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Molho Agridoce de Pimento Vermelho e Malagueta!



Adoro suchi  e aquele molho agridoce que normalmente acompanha, sabem?...
Aqui em casa, nunca chega...
Mas recentemente descobri esta delicia no blog O Bolinho de Sábado. 
Achei que seria ele e se o pensei assim que me foi possível lá o fiz, já é 2º vez que faço, o 1º ficou super Power  só mesmo para os mais corajosos e para usar como tempero substituir a malagueta ou o piri piri.
O 2º esse já ficou perfeito,um toque de picante com a doçura do pimento...
Perfeito para suchi, para um camarão ao natural, carnes brancas, um queijo com um sabor mais leve, bem para o que se quiser é mesmo muito bom.
Vale a pena experimentar.

Ingredientes para molho picante
2 dentes de alho
75 g de malaguetas 

50 g de pimento vermelho
375 g de vinagre de vinho branco
320 g de açúcar


Preparação
Coloque no copo o alho, o pimento vermelho e as malaguetas com  a maior parte das sementes retiradas. Pique 2 seg/vel7.
Junte o vinagre e o açúcar e cozinhe 30 min/Varoma/vel2.
Retire para frascos previamente esterilizados e feche bem.

Guarde em local seco e fresco.

Ingredientes para molho mais suave
2 dentes de alho
2 malaguetas 

80 g de pimento vermelho
375 g de vinagre de vinho branco
320 g de açúcar

Preparação
Coloque no copo o alho, o pimento vermelho e as malaguetas com  a maior parte das sementes retiradas. Pique 2 seg/vel7.
Junte o vinagre e o açúcar e cozinhe 30 min/Varoma/vel2.
Retire para frascos previamente esterilizados e feche bem.

Guarde em local seco e fresco.


Preparação Tradicional
Coloque num tacho  o alho, o pimento vermelho e as malaguetas com  a maior parte das sementes retiradas
Junte metade do vinagre e com a varinha magica triture, junte o resto vinagre o açúcar e  leve ao lume ( brando) ate obter uma consistência de compota cerca de 30 minutos mais coisa menos coisa.



                                                                   
                                                                                                           Bom Apetite!





sábado, 13 de janeiro de 2018

Manjar de Coco!


Para dar inicio a 2018 aqui no no Blog escolhi um doce de cor branca.
Porque o Branco traz: Paz, tranquilidade, luz  é a cor da neve, do frio, do vento de  Inverno...
E como é Janeiro ainda e faz muito frio é o Branco a cor de eleição para 1º post no Flor de Rosmaninho.
É algo muito simples mas cheio de sabor e textura também, um Manjar de coco.
Fugi um pouco ao tradicional com o caramelo e ameixa também gosto muito, mas este foi feito um pouco ao encontro de outro palato ♡
Uma sobremesa simples, branca para celebrar o Amor... Sim o branco também significa Amor.
Que seja um ano repleto de sonhos realizados de felicidade Paz, saúde  e muito Amor ...

                                                                                                         Feliz 2018.



Ingredientes
1 lata de leite de coco
1 medida da lata de leite normal
1 lata de leite condensado
100 gr de coco ralado 
1 saqueta de cuajada 


Doce de Amoras 
Coco ralado Q/B

Preparação Bimby
Coloque todos os ingredientes dentro do copo da bimby, programe 10 mint/tem.90ºC/ vel 3.
Passe para taças individuais e leve ao frio por 3 a 4 horas.
Desenforme e coloque uma colherada de doce de amoras mais um pouco de coco ralado e sirva. Também pode juntar um pouco de vinho do porto ao doce de amoras mexer bem e regar o manjar de coco.
Uma sobremesa rápida e cheia de sabor. 

Preparação Método Tradicional
Colocar todos os ingredientes dentro de um tacho, levar ao lume brando sempre a mexer mais ao menos por 10 minutos 
Passe para taças individuais e leve ao frio por 3 a 4 horas.
Desenforme e coloque uma colherada de doce de amoras mais um pouco de coco ralado e sirva. Também pode juntar um pouco de vinho do porto ao doce de amoras mexer bem e regar o manjar de coco.
Uma sobremesa rápida e cheia de sabor.



                                                                              Bom Apetite!


quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Papos-de-Anjo em calda Citrina!

E o Natal já ai está de novo... a porta!



O tempo voa por cima de nossas cabeças, já estamos de novo no Natal.
E começamos a pensar nas doces iguarias para colocar na mesa, eu pelo menos gosto de acrescentar mas as vezes é demasiado. Pois tem tantas iguarias alusivas a esta época tão linda tão magica, que se formos a fazer tudo ... 
Ok teríamos que convidar Rua inteira para passar Natal lá em casa. 
Então a solução é fazer uma escolha ou colocar os preferidos, mas isso também fica complicado as vezes. Porque alguém reclama sempre que não tem o seu docinho predilecto da época. Aff... Bem mas hoje trago uns Papos- de- Anjo! Confesso que sou chegada neste tipo de doce (gemas) Doces conventuais hummm tão bons. 
Então lá os resolvi fazer já os tinha viste recentemente no Blog BIMBEXPRESS  e fiquei de olho neles. E pronto lá os os fiz para decidir se iriam fazer parte da mesa de Natal este ano. 
Gostei e não gostei... depois gostei...
Passo a explicar do doce em si sim mas a calda confesso nem um pouco é muito açúcar muito doce para meu palato sabe muito a açúcar não achei piada, então resolvi refazer a calda mais a meu gosto meus sabores e usar um pouco ingrediente da época.
Laranja e limão e a canela claro ... 
Mas vamos a receita:



Ingredientes para Papos-de-Anjo
2 ovos inteiros
10 gemas

Ingredientes para Calda original
200 gra de água
350 gr de açúcar 
1 casca de limão (só a parte amarela)
1 pau de canela.

Ingredientes para calda  Citrina
Sumo de 2 laranjas
Sumo de 2 limões 
2 colheres de sopa de mel
1 Pau de canela 
1 casaca de limão (só parte vidrada)
1 casca de laranja (só parte vidrada) 

Preparação Bimby

Pré-aqueça o forno a 180º C e coloque lá dentro o tabuleiro com a água (a água do 

tabuleiro convém ser aquecida).
Coloque a borboleta na lâmina e junte os ovos inteiros e as gemas e programe 8 minutos,

temperatura 37º C, velocidade 4.


Quando terminar, bata mais 5 minutos na velocidade 4 até ficar uma massa muito fofa e
leve.Deite o conteúdo em forminhas de queque untadas com manteiga e polvilhadas com 

açúcar, sem as encher demasiado.

Coloque-as num tabuleiro e leve ao forno em Banho Maria a 180º C cerca de 15 minutos.  Retire, desenforme e deixe arrefecer. Depois fure a base dos papos-de-anjo com a ponta de uma faca, coloque-os numa taça funda, adicione a calda fria**, deixe repousar um pouco e sirva.Os Papos-de-Anjo que devem ficar bem ensopados. 

Preparação da calda original
Coloque no copo o açúcar, a água, o pau de canela e a casca de limão e programe 20 minutos, temperatura varoma, velocidade 2. Deixe arrefecer.


Preparação da calda citrina
Coloque os sumos de laranja e limão no copo da Bimby assim como as cascas e pau de canela e o mel, programe 20 min./temp.Varoma/vel. 2. Deixe arrefecer.


Preparação tradicional
Pré-aqueça o forno a 180º C e coloque lá dentro o tabuleiro com a água (a água do 

tabuleiro convém ser aquecida). 
Numa tigela, bata bem as gemas com o ovo até triplicar o volume e ficar uma mistura fofa e esbranquiçada.
Deite o conteúdo em forminhas de queque untadas com manteiga e polvilhadas com açúcar, sem as encher demasiado.
Coloque-as num tabuleiro e leve ao forno em Banho Maria a 180º C cerca de 15 minutos.  Retire, desenforme e deixe arrefecer. Depois fure a base dos papos-de-anjo com a ponta de uma faca, coloque-os numa taça funda, adicione a calda fria**, deixe repousar um pouco e sirva. Os Papos-de-Anjo que devem ficar bem ensopados. 


Preparação da calda Tradicional
Num tacho leve ao lume a água, o açúcar, o pau de canela e a casca do limão. Deixe ferver 20 minutos, em lume brando. Retire e deixe arrefecer. 

Preparação da calda Citrina tradicional
Coloque os sumos de laranja e limão num tacho assim como as cascas e pau de canela e o mel e leve a lume brando ate engrossar ligeiramente  retire e deixe arrefecer.

Nota: Na calda original deve cortar ao açúcar pois fica demasiado doce, na minha opinião.
A calda citrina ai sim vai de encontro ao meu humilde palato.
Experimentem e digam vossa justiça.


    
Bom Apetite! 



                                                          






terça-feira, 21 de novembro de 2017

Bolo Espelho ou Bolo de Vidro



Tem pessoas que nos são muito especiais os filhos claro...
Este bolo fi lo para minha filha que completou 18 anos, claro que tinha que ser a fazer o bolo e tinha que ser algo especial tanto no sabor como na apresentação. 
E não poderia ser um bolo de compra ... Ahhh nããããã....
Ela é uma menina muito especial e merece tudo de melhor que eu lhe puder dar.
Amo-te ♥ Francisca ♥ 
Vamos então ao bolo, sabor escolhido por ela resto por mim.

Ingredientes para bolo
120 gr de bolacha digestiva
100 gr de manteiga (temperatura ambiente) 
400 gr de chocolate After Eight
200 gr de chocolate negro
200 gr de chocolate branco
3 saquetas de cuajada 
300 gr de natas (3 pacotes)
900 gr de leite (300 gr cada)

Preparação 
Comece por colocar a bolacha e a manteiga no copo da bimby, triture alguns segundos ate ficar bem homogéneo, coloque no fundo da tarteira com fundo amovivel, com uma colher alise e aperte bem a massa que será a base, reserve no frigorífico.
Passe para 1º chocolate coloque dentro do copo 200 gr de After Eight 100 gr de chocolate negro 1 pacote e natas, 300gr de leite e uma saqueta de cuajada e programe 5 minutos/ 90ºC/ vel. 3 de inicio a bimby pode saltar um pouco, por causa dos pedaços de chocolate.
(Triture a vel. 7 alguns segundos nesta faze e volte a vel. 3.
Coloque este creme por cima da base de bolacha com ajuda de uma colher para que o creme quente não fure a massa e leve de novo ao frio.
Passe o copo por agua e passe para chocolate branco. Coloque no copo o chocolate branco,1 pacote e natas, 300gr de leite e uma saqueta de cuajada e programe 5 minutos/ 90ºC/ vel. 3 de inicio a bimby pode saltar um pouco, por causa dos pedaços de chocolate.
(Triture a vel. 7 alguns segundos nesta fase e volte a vel. 3.
Retire a tarte do frio e com um garfo faça uns riscos com creme ja frio ajuda a próxima camada aderir bem umas sobre as outras.
Com ajuda da colher de sopa coloque o creme branco sobre o de After Eight e volte a por frio.
E por fim mais uma camada de chocolate After Eight. Coloque dentro do copo 200 gr de After Eight 100 gr de chocolate negro 1 pacote e natas, 300gr de leite e uma saqueta de cuajada e programe 5 minutos/ 90ºC/ vel. 3 de inicio a bimby pode saltar um pouco, por causa dos pedaços de chocolate.
(Triture a vel. 7 alguns segundos nesta faze e volte a vel. 3. Retire a tarte do frio e com um garfo faça novamente os riscos e coloque a ultima camada sempre com ajuda da colher de sopa.
Guarde no frio.

Ingredientes Cobertura
100 gr de água 
150 gr de açúcar
200 gr de glucose
180 gr de leite condensado
5 folhas de gelatina neutra
200 gr de chocolate 
Agua q/b para hidratar gelatina
Corante alimentar (usei vermelho)

Preparação 
Coloque no copo a água o açúcar e glucose, programe 6 mint/varoma/vel.2
Juntar o leite condensado 1.30mint/vel.3
Juntar o chocolate branco 1.30mint/vel. 3
Por fim as folhas de gelatina previamente demolhadas 2 mint/vel.8
Por fim retire o preparado do copo mas passe num passador de rede e coloque o corante a gosto.
Deve estar frio antes de colocar no bolo também este bem frio coloquei 30 minutos congelador.
Por fim coloque bolo numa base alta e verta a cobertura no centro do bole deixe que escorra e se espalhe pelo bolo não use espátula para barrar, a cobertura faz esse trabalho leve de novo ao frio mínimo mais 3 a 4 horas.
Decore a gosto.




                                                               Bom Apetite












quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Batata Doce recheada com Creme Fraiche e Frutos Secos!



Batata doce gosto e uso muito. E também é mais benéfica para nossa saúde, então se faz  bem, vamos usar mais... 
E bem atrasado o frio começa lá instalar se neste mês de Novembro e já começa apetecer refeições de forno bem quentinhas e cheias de conforto, esta trás-me o calor e aroma do  forno e atira me para o sofá. Para a preguiça...
É uma receita super simples de fazer mas carregada de sabor que só por si chega, pelo menos para mim. Não precisa carne nem peixe apenas uma fruta da época no final e esta perfeito um jantar maravilhoso dedicado á preguiça trabalhinho de forno nestes dias frios tem coisa melhor?... Sim tem, comer com o prato na mão enrolada numa manta no sofá a ver um bom filme, ai que maravilha de noite...  de jantar.
Nada como ter simplicidade e rapidez numa refeição mas sem descuidar do sabor.
Experimentem prometo que não se vão arrepender.



Ingredientes
1 batata doce por pessoa
Creme fraiche 
Pistachio e amêndoa laminada
Mel Q/B

Preparação 
Coloque as batatas a assar no forno durante 30 a 40 minutos, depois de bem lavadas.
Torre ligeiramente numa certã bem quente os pistachios e a amêndoa, reserve.
Assim que a batata estiver assada com ajuda de uma colher escave o centro da batata a fazer um buraco para a rechear.
E dentro desse buraco coloque uma boa colher de creme fraiche um fio de mel e os pistachios e amêndoa torrada.
Não precisa de sal, pistachio já contem. ( Eu não precisei)





                                                                Agora é só saltar para o sofá com o prato na mão..

                                                                                     Bom filme!


                                                                   Porque o Novembro é... 
Bom Apetite!







quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Mousse de cérebro de Pigmeu do outro Mundo em duas camadas e coalhada de Morcego velho!





Ingredientes
5 caveiras de Pigmeu com idade entre 1000 a 3500 anos com cérebro lá dentro é claro.
Sangue coalhado de 10 morcegos (velhos)
Osso a gosto de Pigmeu para dar textura, opcional.

Preparação
Muito simples ...
Pegue nas caveiras e com as mão sujas não precisa de perder tempo a lavar amasse tudo muito bem até obter uma papa.
Super simples não? Nem precisa retirar o conteúdo de dentro da caveira.
A seguir faça o mesmo com o sangue coalhado do morcego esfarele com as mão mais uma vez sem lavar claro. Ah que misturar sabores. 
E coloque por cima do cérebro bem empapado.
Se gostar de sentir um crocante adicione uns osso esmagados com as mão afinal são ainda bem tenrrinhos 1000 a 3500 anos. 
Deixe 2 a 3 semanas ao ar para ganhar consistência e sirva...
Espero que gostem. Bom Apetite!!


                                                E Feliz ...Halloween   


Halloween... Pois confesso que não é das minhas festas preferidas mas também consigo alinhar no espírito.
E quando se tem miúdos pequenos na escola a ter Inglês é quase impossível não festejar o Halloween . Não é que meus filhos sejam pequenos não, já bem crescidinhos mas este mêso desafio no: Dia Um na cozinha é Doces Halloween.
E pronto cá estou eu mais uma vez , espero que gostem...


Origem do Halloween



Algumas teorias sugerem que a origem das comemorações do Halloween tenha surgido entre o povo celta, através das festividades pagãs do fim do período de verão e início do inverno, o “Festival de Samhain”, que acontecia no final do mês de Outubro. Acreditava-se que nesta data, os espíritos dos mortos regressavam para visitar as suas casas e também poderiam surgir assombrações para amaldiçoar os animais e as colheitas. Todos os símbolos utilizados pelos celtas tinham como objectivo afastar os maus espíritos.  A origem católica do Halloween coincide com a festa de Todos os Santos, sendo determinado pela Igreja Católica o dia 2 de Novembro como o Dia dos Finados. Antigamente, no dia 31 de Outubro, acontecia uma vigília de preparação denominada “All Hallow’s Eve” (Véspera de Todos os Santos). Após transformações, a expressão permaneceu na sua forma actual. Mais informação AQUI 
Porque eu não tenho conhecimento algum sobre esta data em especial, como já referi antes não me diz nada...




Agora a serio ... 

5 copinhos em forma de caveira ( estes tem anos)

Mousse de chocolate Branco 
Ingredientes
200 gr de chocolate branco 
6 ovos 

Mousse de chocolate negro
Ingredientes 
200 gr de chocolate negro 
6 ovos 
2 colheres de sopa rasas de mel

Coulis ou compota de frutos vermelhos
Ingredientes 
300 gr de frutos vermelhos 
100 gr de açúcar mascavado

Preparação das mousse branca 
Derreter o chocolate em banho Maria, assim que derreter retiar do lume deixar arrefecer um pouco e juntar as gemas uma a uma mexendo sempre com colher de varas.
Entretanto enquanto faz isso bater as claras em castelo bem firmes usei a Bimby com borboleta vel3,5. Depois cuidadosamente envolver as claras no chocolate e gemas encher meia taça de caveira com a mousse.
Levar ao frio.
Preparação da mousse negra
Derreter o chocolate em banho Maria, assim que derreter retiar do lume deixar arrefecer um pouco e juntar as gemas uma a uma mexendo sempre com colher de varas e nesta juntar o mel pois o chocolate é mais amargo.
Entretanto enquanto faz isso bater as claras em castelo bem firmes usei a Bimby com borboleta vel3,5. Depois cuidadosamente envolver as claras no chocolate e gemas.
Acabar de encher a taça com a mousse negra.
Levar ao frio mais 20 minutos.

Preparação de coulis
No copo da Bimby coloque os frutos e o açúcar programe 20 minutos 100Cº /vel.2/ Varom 
deixe arrefecer e cabe de encher as taças caveira de modo a deixar escorridos por fora da taça (sangue)

Preparação tradicional coulis 
Coloque num tacho os frutos vermelhos e o açúcar e deixe cozinhar em lume brando 20 a 30 minutos vá mexendo para desfazer os frutos.
Deixe arrefecer e cabe de encher as taças caveira de modo a deixar escorridos por fora da taça (sangue)










sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Pavlova de Cacau e Romã




Adoro Pavlova é decididamente umas das minha sobremesas predilectas. 
E é tão simples de se fazer calha sempre bem... e depois leva fruta muita fruta aii gosto tanto. Um pouco calórica sim é verdade mas...
O que é a vida sem sabor sem cor sem calorias...?
Pronto e podemos sempre trocar as natas por iogurte natural ou natas vegetais, que é o caso desta, tem natas vegetais e Romã muita Romã adoro e a cor é tão linda, não  concordam?
Esta foi sobremesa de um almoço especial e estava tão boa assim como tudo o resto mas que mais se poderia de esperar comidinha da mãe só, dá nisso muito  BOM 
E com ajuda especial da Calá.



Ingredientes
4 claras de ovos
200 gr de açúcar
1 colher de chá de vinagre branco (usei de framboesa)
2 colheres de chá de amido de milho
1 colher de chá de cacau

Cobertura
1 pacote de natas
2 colheres de sopa de açúcar
Algumas gotas de sumo de limão
2 romãs em bagos

Preparação Tradicional
Pré aqueça o forno a 180ºC.
Comece por pesar o açúcar e reserve, bata as claras em catelo e vá juntando aos poucos o açúcar, o amido de milho, vinagre e por fim o cacau, até claras estarem bem firmes. Virar a taça ao contrario e elas não caírem.
Coloque o merengue no tabuleiro do forno sobre papel vegetal em forma de um circulo, com as laterais ligeiramente mais altas que o centro, baixe a temperatura para 140ºC e deixe cozer por 1 hora e 10 minutos. Mas poderá confirmar se a Pavlova esta cozida, ela tem que apresentar pequenas rachadelas no final da cozedura. Deixe estar por mais 15 a 20 minutos dentro do forno já desligado.
Retire e deixe arrefecer por completo.

Preparação Bimby
Ligue o forno a 180ºC.
Coloque as claras no copo da bimby bem seco com a borboleta em vel.3,5 e vá juntando o açucar, o amido de milho,vinagre e por fim o cacau bater durante 5 a 6 minutos até as claras ficarem bem firmes.
Coloque o merengue no tabuleiro do forno sobre papel vegetal em forma de um circulo, com as laterais ligeiramente mais altas que o centro, baixe a temperatura para 140ºC e deixe cozer por 1 hora e 10 minutos. Mas poderá confirmar se a Pavlova esta cozida, ela tem que apresentar pequenas rachadelas no final da cozedura. Deixe estar por mais 15 a 20 minutos dentro do forno já desligado.
Retire e deixe arrefecer por completo




                                                           Bom Apetite!