quarta-feira, 11 de outubro de 2017

OS TRANSMONTANOS


Hoje não trago uma receita mas sim uma fantástica união com uma empresa com produtos de excelência! Com os quais tenho o prazer de poder trabalhar e usufruir .
Quero vos apresentar   Os Transmontanos
Tem uma excelente variedade de Azeite e mel e ainda o Pólen de abelha considerado por muito um super alimento espreite AQUI os benefícios que o Pólen pode trazer a sua saúde.

Tem também óleos essenciais esta área não me é tão fácil mas para quem gostar esta aqui toda informação  Óleos & Aromas

Aqui podem encontrar com todos os pormenores os produtos e sobre eles .
Espreitem o Blog vão ver que não se arrependem.
                                                           
                                                             OS TRANSMONTANOS






E o mel que maravilha 3 variedades algo também muito mais saudável que açúcar ,cada vez mais usado na nossa culinária, pelo menos na minha cozinha é assim pois tendo a ter cuidado com minha alimentação e dos ente queridos também. 
2 coisas que pessoalmente adoro Azeite e Mel.
Obrigada pela confiança e um prazer poder lidar com produtos de excelência como os vossos. Obrigada, Transmontanos.


                 As fotos são todas  retiradas do Blog  OS TRANSMONTANOS





quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Palitos de Abóbora com Especiarias e Aioli de Alho

            Abóbora Outono Outono Abóbora 
É certo sabido que as abóboras anunciam o Inverno chegam de mansinho no final de Verão e quando nos apercebemos já  é Outono.
As abóboras andam no conforto das sopas, nas maravilhosas compotas com frutos secos que nos lembra os dias de festas que se aproximam devagarinho mas sem parar.  Ai tão bom. 
Hoje trago uma receita que de quando em quando lá sai  aqui por casa e é muito apreciada em especial pela minha rica filha ❤.
Palitos de abóbora com especiarias  que faz uma excelente entrada ou acompanhamento. Escolham...




Ingredientes
1 abóbora menina também conhecida por abóbora manteiga
Ervas aromáticas secas e especiarias a gosto.
Alho em pó
Azeite
Flor  de sal

Preparação
Descasque e corte a abóbora em palitos (espessura a gosto)
Tempere com as ervas aromáticas secas e especiarias, alho em pó, flor de sal e o azeite e deixe ficar um bom par de horas.
Leve ao forno bem espalhados no tabuleiro  a 200Cº mais ao menos 20 minutos ate abóbora ficar assada.
Entretanto faça um Aioli( com um pouco de batota)
Uma maionese de boa qualidade ou feita em casa. Esta era de compra, junte 2 dente de alho muito bem picado o mais que conseguir  sumo de meio limão e salsa seca. Misture muito bem.
Assim que abóbora estiver assada retira para um prato e sirva com o Aioli. 
Esta foi servida com requeijão esfarelado grosseiramente.
Simples e rápido!





                                                                                     Bom Apetite!



terça-feira, 3 de outubro de 2017

Cogumelos selvagens em Brucheta



Macrolepiota Procera também conhecidos por  parasol, púcara, pucarinha, púcara de sementeira, frade, fradelho, roque,roca, marifusa, gasalho, capoa, choteiro, centeiro,tortulho, roclo, giriboila, barifusa, pateirinha, entremuitos outros. 




Ora digam lá que não são lindos?
Lindos e maravilhosos, carnudos e saborosos. Mais uma maravilhosa dádiva do Outono!
Sim adoro o Outono é uma estação magica. 
Ontem chegaram me as mão estas lindas jóias fresquinhas acabadinhas de colher.
Claro que não ia deixar para outro dia tinha que os confeccionar logo o mais rapidamente possível, para aproveitar ao maximo todo o seu sabor e frescura.
Este cogumelo chama se Macrolepiota procera é 100% comestível. 
Sim confesso que também tive receio cogumelos selvagens, bem as coisas as vezes podem correr mal.
Mas depois de uma longa pesquisa sobre arrisquei! Pronto ok, quêm mos deu tinha os comido no dia anterior ( Era seguro) Loll.
Mas se quiserem saber um pouco mais desta pequena maravilha espreitem AQUI 
Vale a pena descobrir este mundo fantastico, o dos cogumelos selvagens.
Mas venham cá espreitar o que saiu com estes meninos







































Ingredientes
Pão rústico
Os cogumelos
1 colher de chá de manteiga sem sal
1 colher de sopa de azeite Os transmontanos
1/2 malagueta
2 dentes de alho picado muito fininho 
Flor de sal
Rucula 
 Azedas 
1/2 cebola roxa
Amêndoa laminada e torrada
Tomilho fresco em raminho Aromaticas Vivas

Preparação
Comece por partir e torrar o pão com azeite e alho em pó. Reserve.
Lave muito bem os cogumelos e parta a gosto excluir os pés ppois são bastante fibrosos. 
Depois na mesma certã coloque a manteiga e o azeite com o alho e a malagueta e assim que começar a ferver junte o cogumelos e deixe cozinhar alguns minutos até estarem cozidos.esfarripe um pezinho de tomilho fresco tempere com flor de sal e reserve.
Numa tabua coloque o pão, já torrado em azeite e alho coloque rucula em  3 as Azedas noutras 3  e a cebola roxa em 1 foi quantas tostas me rendeu 7 .
Espalhe os cogumelos por cima de cada tosta de modo a ficar preenchida cada tostinha mais tomilho fresco e por fim as amêndoas torradas.
Dão uma textura crocante vai muito bem e os sabores encaixam na perfeição.
Uma entrada fantástica, que desaparece num piscar de olhos.




Bom Apetite!









domingo, 1 de outubro de 2017

Chutney de Uvas em troxa de queijo Camembert



E chegamos ao mês de Outubro... O outono já se instalou assim bem discreto quase sem que o tenhamos percebido chegam as 1º chuvas os dias começam a ficar mais pequenos.
As manhas já se sente aquele friozinho assim como a noite! E as cores de Outono !? São tão lindas, as árvores começam a largar as folhas que já perderam o seu verde vibrante  para dar  lugar aos amarelos, laranjas e castanhos...
Começam aparecer os frutos de outono e outros sabores. E no meio de dessas frutas maravilhosas estão as uvas, que são a estrela desta receita de hoje.
Outono a minha estação preferida ♡ 
Adoro as cores, os cheiros, as frutas ...
O regresso á calma acaba-se a doideira de gente aos molhos em tudo que é lugar sim, porque o Verão é mesmo assim, muita gente de ferias muitos turistas a todo lado que se vá é gente aos molhos em todos os cantos. E o Outono repõe o equilíbrio nos excessos do Verão.
Por isso bem vindo querido mês de Outubro ♡ 




Ingredientes

400 gr de uvas lavada e sem grainha
1 cebola roxa
1 malagueta
Flor de sal Q/B
2 dentes de alho
2 cravinhos da india
1 colher de café de gengibre em pó
30 gr de vinho do porto
50 gr de açúcar 
50 gr de azeite (Usei) Os transmontanos

Preparação Bimby 
Coloque no copo da bimby a cebola partida ao meio, os dentes de alho e a malagueta, triture 7 segundos vel6 baixe das paredes do copo e junte o azeite e programe 5 minutos / vel.1/Temp.100Cº.Refreseque com o vinho do porto e mais 3 minutos/100Cº/Vel.1 junte as uvas o gengibre, o açúcar,o cravinho e flor sal programe 20 min./Vel.1/100Cº.
Poderá precisar de mais alguns minutos em varoma até ter uma consistência  espessa de compota.
Passe para um frasco esterilizado ainda em quente.

Preparação tradicional.
Pique a cebola, o alho e a malagueta e leve ao fogão com azeite ate a cebola ficar transparente refresque com o vinho do porto deixe refogar uns minutos, junte as uvas o gengibre, o açúcar, o cravinho e flor sal e deixe cozinhar até obter uma consistência de compota.
Passe para um frasco esterilizado ainda em quente. Depois é só usar como mais gostar.

Esta foi usada com um queijo Camembert embrulhado em massa folhada em uma espécie de entrada mas fica ótimo num lanche ou apenas para beber um bom vinho.




E para fazer este embrulho maravilhoso usei...

Ingredientes

1 massa folhada 
1 queijo Camembert 
100 gr de Amêndoa laminada 

Preparação
Coloque o queijo no centro da massa folhada, coloque por cima do queijo umas boas colheradas de Chuteney  de uva, feche o queijo e o chuteney com a massa folhada tipo uma troxa.
Coloque a amêndoa laminada por cima e leve ao forno a 170Cº mais ao menos 20 minutos ate a massa coser e folhar sirva ainda em quente.
O salgado do queijo junto com o agridoce do chuteney na massa folhada com o crocante da amêndoa estaladiça .
                                           
                                                                                Bem vindo querido Outono






terça-feira, 26 de setembro de 2017

Tocino del Cielo!





Esta receita pertence ao Blog O Prazer da Cozinha e confesso foi por os olhos em cima e pensar tenho que fazer.
Que aspecto maravilhoso e acreditem tudo que possa dizer ou falar nada fará justiça ao sabor deste Tocino del Cielo.
É divinal uma verdadeira sobremesa digna de palato mais apurado, passou a ser uma das minhas três sobremesas de eleição.
Segui a receita na integra... caso para dizer Parabéns Claudia, obrigada pela partilha!
Simples e rápido de se fazer. 
Fui procurar um pouco a historia desta pequena maravilha e encontrei (O ano de 1924 seria o início do bacon do céu, ou criou as freiras do Convento do Espírito Santo de Jerez de la Frontera. Nasceu em resposta à abundância de gemas de ovos.
Naquela época, as claras foram usadas para esclarecer o vinho e o excedente, as gemas, foram distribuídos entre os trabalhadores ou doados para as freiras. Estes, para reutilizá-los e não descartá-los, decidiram criar uma nova sobremesa feita a partir de gemas de ovos.
É assim que foi criada uma das sobremesas mais emblemáticas de pastelarias espanholas. Da vontade de querer reciclar um excedente , em vez de jogá-lo fora. A necessidade de aproveitar os ingredientes obrigou as freiras a espremer seu intelecto para criar uma nova sobremesa: o Heaven Bacon.)

 Porque se chama "Heven Bacon"?

A explicação do nome do bacon do céu é devido à sua aparência e textura , semelhante ao bacon de porco e sua origem religiosa, o céu religioso sempre é concedido como algo doce e maravilhoso

Mas podem encontrar toda informação Aqui
Vá impossível não concordar comigo, em querer comer uma fatia desta maravilha.


Ingredientes (para duas pessoas,a mim deu para 4)
 8 gemas 
 180gr de açúcar
 200ml de água
 1 pau de canela
 1 casca de limão
 caramelo q.b.
 frutos vermelhos para decorar
Hortelã Chocolate Aromáticas vivas

Preparação
Ligue o forno nos 170ºC.
Num tachinho coloque a água, o açúcar, a canela e limão. Leve ao lume para formar uma calda. Quando ferver, coloque em lume brando, deixe ferver 5 minutos e desligue.
Numa taça bata as gemas e em fio (mas sempre a bater com o batedor de varas manual) acrescente a calda.

Unte uma forma com 20 cm de diâmetro, com o caramelo. Verta o preparado para a forma, passando primeiro por um passador, de forma a retirar o limão e a canela.
Coloque a forma num tabuleiro de ir ao forno e encha de água quente até meio para cozer o pudim em banho maria.
Leve ao forno durante 30 minutos, pode ser necessário tapar com alumínio para não queimar. No final desse tempo espete um palito para ter a certeza que está cozido, pode precisar de mais alguns minutos.

Deixe o pudim arrefecer um pouco e desenforme. 
Decore a gosto, eu optei por usar frutos vermelhos e hortelã chocolate o que se tornou numa opção maravilha, pois os frutos cortaram o doce do pudim e a hortelã da lhe uma frescura bem agradável. 



    Bom Apetite!


                                                Desafio mensal dia 25! A cozinhar com Cláudia e Bruno



quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Costeletas de Borrego grelhadas em cama de Rúcula!




O Verão esta mesmo na recta final e com ele  termina também os almoços no jardim os grelhados mais assíduos na brasa acompanhados de grandes saladas. 
Este é um dos meus preferidos, Costeletas de borrego assada na brasa! 
Simplesmente maravilhosas  com muito simplicidade na sua confecção mas cheias de sabor.
Estas foram acompanhadas por uns cogumelos salteados e uma batata doce  frita mas com corte ondulado graças a minha fantástica Mandolina  . Sim porque para lá do sabor que sim muito importante, tem também apresentação. 
Eu como muito com os olhos 1º. 
E confesso este é um dos meus almoços ou jantares preferidos. Aqueles que me deixam bem em paz com o meu pecado da gula! 


Ingredientes
1 Quilo de costeletas de borrego
Flor de Sal Q/B
1 embalagem de rúcula
30 gr de cogumelos brancos e  frescos
3 batatas doces
Vinagre balsâmico Q/B
AzeiteQ/B 
2 dentes de alho
2 a 3 raminhos de tomilho fresco  (Aromáticas Vivas)

Preparação
Comece por temperar as costeletas só com flor de sal, lave e corte as batatas com ajuda de uma mandolina . 
Lave e corte os cogumelos mas só a meio. Coloque as batatas a fritar em óleo bem quente e uns raminhos de tomilho fresco( experimente da muito sabor e e dispensa o sal na batata.
Coloque as costeletas para grelhar na brasa é rápido por norma são fininhas assam muito rápido se assar demais ficam secas.
Numa certa colocar azeite alho esmagado ou picado muito fininho e assim que ferver saltear os cogumelos assim que ficarem moles refrescar com um pouco de vinagre balsâmico e deixar cozinhar por alguns minutos, retire os cogumelos mas reserve o azeite com alho e vinagre balsâmico.
Assim que as batatas estiverem fritas seque as bem da gordura, passe para taça onde vai servir e polvilhe com alho em pó e salsa seca. 

Numa travessa  coloque a rúcula e salpique com o molho onde salteou os cogumelos . Disponha as costeletas de borrego por cima da rúcula e regue também com os sucos da carne  será o suficiente para temperar a rúcula .
E claro acompanhe com a batata frita e os cogumelos.



 E como já tinha dito é uma refeição de excelência para estes dias de recta final de Verão. 
Estas costeletas gosto muito de acompanhar com um bom vinho Italiano um Lambrusco. 
E sim também gosto muito. 



                      Bom Apetite! 



quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Salada Caprese



Hoje trago algo bem simples e rápido para começar uma refeição leve e cheia de sabor nestes dias que já vão descortinando o final do Verão.
Uma salada Caprese  sabe sempre muito bem e pode ser até um pouco divertida de fazer.
Esta parece cogumelos não acham?
Vale a pena o pouco tempo que perdemos a faze la porque depois a parte de a degustar ♥
Eu gosto muito desta salada de origem italiana nunca me canso  desta fabulosa combinação do adocicado tomate com Mozzarella cremoso e as perfumadas folhas de manjericão. E as cores lindas bem coloridas Vermelho, branco e Verde! Lindo...
Bem mas eu sou um pouco suspeita ... Eu sou Apaixonada pela cozinha Italiana.


Ingredientes
1 embalagem de mozzarellas minis 
Tomate cherry 
Folha de mangericão (Aromáticas Vivas)
Vinagre balsâmico
Azeite de boa qualidade usei este ( Transmontanos)
Flor de sal 

Preparação
Corte os tomates a meio retire um pouco da polpa (fazer um chapeuzinho)
Reserve, peguem num prato por pessoa e faça uns zig zag com o vinagre no prato e disponha a gosto os pequenos cogumelo de mozzarella e tomate pelo prato as folha de mangericão. Salpique com Azeite e flor de sal.
Sirva de seguida. 




    Bom Apetite!

Nota: O Azeite que usei foi apresentado recentemente pelos Transmontanos um azeite de excelente qualidade. Consultem o link e verão que não se arrependem.E de excelência. Adorei.