quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Pão de Azeitona e Oregãos!





Pão!!

Algo sempre presente na mesa Portuguesa!
E nos dias de hoje temos tantas variedade de Pão, cada um melhor que o outro.
Eu hoje trago um Pão de Azeitona e Oregãos. Muito mas mesmo muito bom.
E barrado com azeite,alho e um pouco de pimenta, só vos digo é de lamber os dedos. 
Eu vi este pão  num grupo dedicado a nossa amiga Bimby, achei que devia ser maravilhoso e não me enganei é fantastico.
Guardei logo a receita  e fiquei a espera de tempo, para me dedicar a ele com todo o carinho que era merecido. Este menino leva cerca de 6 horas até ficar pronto... 
Mas vale a pena.
A receita pertence a Marília Campos.
Autora da pagina Hello Tasty uma pagina muito muito recente, mas carregada de sabor. Passem por lá não se vão arrepender. 
Um pão perfeito para um lanche para acompanhar uma refeição, muito bom com uma crosta bem crocante e super fofinho por dentro com a frescura da azeitona e dos oregãos, perfeito para uma tábua de queijos e enchidos na minha modesta opinião.
Agora neste dias de Outono ... este pãozinho uma tábua de queijos e enchidos, umas frutas da época e uma garrafa de um bom vinho tinto maduro... Hum hum substitui perfeitamente um jantar qualquer!  

Ingredientes
500g de farinha de trigo sem fermento
7g fermento biológico seco
1 colher de sopa de açúcar 
1 colher de chá de sal fino
100 ml de azeite
160 ml de água morna
1 ovo médio ou grande 
2 colheres de sopa rasas de folhas de orégãos secas
120g a 150g de azeitonas pretas descaroçadas e picadas
Farinha para polvilhar


Preparação Tradicional 
Numa taça grande colocar água morna, o azeite, fermento, e o açúcar e mecher muito bem até desfazer fermento e açúcar, adicionar a farinha amassar um pouco junte o ovo e o sal e amasse muito bem durante um tempo até ter uma massa macia e elástica sem pegar nas mãos.  Colocar a levedar por cerca de 2h num recipiente grande com um pano por cima e em local aquecido (forno nos 40ºC por exemplo.
Ao fim dessa 1º levedura juntar as azeitona bem escorridas e picadas miudinho e voltar amassar muito bem, junte por fim os oregão e mais amassar (faz bem aos braços). 
Polvilhar com farinha um tabuleiro de ir ao forno ou colocar papel vegetal
retirar a massa para o tabuleiro e moldar com as mãos um rolo comprido com a massa.
Cobrir com um pano e colocar em local aquecido a levedar por mais 2h.
Ligar o forno nos 180ºC e deixar aquecer bem
Pincelar a massa com azeite e colocar a assar por 30 min retirar e deixar arrefecer numa rede. 
Cortar quando estiver frio 
 É de comer e chorar por mais!:)


Preparação Robot de Cozinha
Colocar no copo da bimby a água, azeite e fermento e o açúcar . Programar 3min a 37c em vel. 1,5 adicionar a farinha, fazer uma covinha e colocar o ovo no meio (a covinha evita que o ovo salpique para as laterais do copo facilmente)
Adicionar a colher de chá de sal por cima.
Programar 5 min em vel. Espiga.
Retirar a massa e colocar a levedar por cerca de 2h num recipiente grande com um pano por cima e em local aquecido (forno nos 40ºC por exemplo.
Ao fim das 2h/2h30 a levedar, colocar as azeitonas bem escorridas no copo e programar 4seg, vel5 (costumo deixar as azeitonas a escorrer e a secar durante as 2h em que o pão está a levedar para que não adicionem muita água na massa)
Amassar um pouco a massa com a mão, só para retirar o ar, e colocar no copo onde já estão as azeitonas
Colocar por cima da massa as duas colheres de oregãos.
Programar 3 min em velocidade espiga.
Verificar se está muito bem misturado, se for necessário colocar mais 2 minutos em vel espiga.
Polvilhar com farinha um tabuleiro de ir ao forno ou colocar papel vegetal
retirar a massa para o tabuleiro e moldar com as mãos um rolo comprido com a massa.
Cobrir com um pano e colocar em local aquecido a levedar por mais 2h.
Ligar o forno nos 180ºC e deixar aquecer bem
Pincelar a massa com azeite e colocar a assar por 30 min retirar e deixar arrefecer numa rede. 
Cortar quando estiver frio 
 É de comer e chorar por mais!:)

Nota: este pão pode ser fatiado e congelado!:)



Bom Apetite!


sábado, 13 de outubro de 2018

Pizza de Figos, Presunto Mel e Queijo Azul!



Figos adoro figos! 
E em pratos salgados ficam sempre tão bons, como por exemplo esta pizza de figos presunto e queijo Azul, uma combinação perfeita.
E como a época deles passa super rápido  temos que a, aproveitar ao maximo. 
E usar e abusar desta fruta maravilhosa. E como estamos aqui com o fim de semana a porta, com as primeiras chuvas também, coisa muito pouca. 
Nada que obrigue a ficar em casa, nada disso ...
Aproveitar para dar um passeio pela montanha, pela praia ver, sentir o Outono a instalar se bem devagarinho com suas cores, cheiros e claro sabores! 
E depois fazer uma pizza assim bem simples rápida com poucos ingredientes.
E a massa ui fantástica 2 ingredientes apenas é isso mesmo, 2 ingredientes.
Vá venham dai ver como é simples rápida e maravilhosa!

Ingredientes para base (massa)
Farinha com fermento (1 caneca + 3/4 da mesma)
iogurte grego natural ( 1 caneca) ajustar se for preciso
Sal é facultativo (eu não uso)

(Azeite e alho em pó)

Ingredientes recheio 
Figos frescos
150 gr de presunto fatiado extra fino 

150 gr de mozarela ralado
50 a 70 gr de queijo Azul (Roquefort)
Rúcula 
Mel
Molho de tomate 
Oregãos secos

Preparação Tradicional
Coloque a farinha num taça grande, larga e junte o iogurte amasse com as mãos ate obter uma massa fofa, elástica e que não se agarre as mãos nem farfalhe. 
Forre um tabuleiro com uma folha de papel vegetal polvilhe com alho em pó e salpique com azeite, coloque lá a massa e estique com a mãos ela é maravilhosa, vai para onde queremos super elástica ou então com o rolo da massa estique na forma que quiser.
Volte a polvilhar por cima com alho em pó e salpicar com azeite leve ao forno pré aquecido a 170ºC / 15 a 20 minutos a massa ficara estaladiça.
Retire do forno e espalhe um bom molho de tomate ( faço o meu)
A seguir o queijo mozarela ralado e depois os figos e o presunto esfarrapado mais mozarela, os oregãos secos e o queijo azul.
Baixe a temperatura do forno para 150ºC e leve a pizza lá mais 15 minutos para que o presunto não seque, apenas para o queijo derreter.
Regue com um fio de mel.
Cubra com rúcula a gosto e sirva imediatamente. 

Preparação Robot de cozinha 
Coloque a farinha e o iogurte no copo programe 4 minutos/ amassar.
Mais rápido? Impossível!
Retire.
Forre um tabuleiro com uma folha de papel vegetal polvilhe com alho em pó e salpique com azeite, coloque lá a massa e estique com a mãos ela é maravilhosa, vai para onde queremos super elástica ou então com o rolo da massa estique na forma que quiser.
Volte a polvilhar por cima com alho em pó e salpicar com azeite leve ao forno pré aquecido a 170ºC / 15 a 20 minutos a massa ficara estaladiça.
Retire do forno e espalhe um bom molho de tomate ( faço o meu)
A seguir o queijo mozarela ralado e depois os figos e o presunto esfarrapado mais mozarela, os oregãos secos e o queijo azul.
Baixe a temperatura do forno para 150ºC e leve a pizza lá mais 15 minutos para que o presunto não seque, apenas para o queijo derreter.
Regue com um fio de mel.
Cubra com rúcula a gosto e sirva imediatamente.
Nota: Eu não coloco sal na massa pois os restantes ingredientes ajustam na perfeição. Afinal é uma pizza com presunto! 


Bom Apetite!








quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Salada de cogumelos frescos com Amêndoa torrada!








Estamos no mês de Outubro,  o Outono se instalou, já se nota os  dias mais pequenos e começam a ser mais frescos também. 
Por acaso, não é o caso, os dias continuam quentes e o tempo vai muito seco.
Parece Verão ainda...
Mas as cores, os sabores de outono vão-se impondo devagarinho. 
É tão bonito o Outono, adoro as cores os cheiros os sabores de Outono.
Eu sei que tenho estado um pouco ausente aqui no blog, mas o tempo não chega para tudo.
Então começo o mês de Outubro (sim já quase a meio) com uma bela salada de cogumelos frescos.
Adoro cogumelos e é agora que começam aparecer os 1º cogumelos selvagens, são tão bons cheios de  sabor. Não, não sei reconhecer nem me atrevia a tal.
Já comi mas não fui eu quem  os apanhou.
Mas estes são de super mercado o básico cogumelo branco (Paris) sem perigos.
Uma salada deliciosa! Esta acompanhei com dourada escalada e assada no forno.
Uma refeição simples rápida mas cheia de sabor.
Uma salda perfeita para um jantar depois de um dia bem passado num passeio pelo campo a ver, sentir os tons, sabores e cheiros de Outono.






Ingredientes 
200gr de cogumelos branco
Rúcula 
Amêndoa laminada 
1 pêra
1 dourada por pessoa
Azeite Q/B
Alho em pó
salsa seca 
Flor de sal 
Vinagre balsâmico
Mel q/b 

Preparação do peixe
Comece por forra um tabuleiro de forno com papel vegetal, coloque as douradas já lavadas, escaladas e viradas para cima.
Tempere directo com azeite, flor de sal, alho em pó e salsa seca 20 minutos a 200ºC e esta pronto.
Fácil rápido e cheio de sabor. 

Preparação da salada
Comece por limpara os cogumelos (eu tiro a pele de cima, assim não preciso de os lavar) e com ajuda de uma Mandolina corte os cogumelos em finas laminas, reserve. Novamente com Mandolina  corte a pêra em palitos, salpique com sumo de limão para não oxidar e reserve também. Num sertã torre a amêndoa.
Num prato grande coloque a rúcula por baixo de seguida os palitos de pêra, os cogumelos laminados e por amêndoa já torrada.  Tempere com azeite, vinagre balsâmico, flor de sal e um fio de mel. 


Mandolina aqui é de uma ajuda preciosa deixando tudo num corte perfeito e sempre com mesmo tamanho.
Porque os olhos também comem!









sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Salmão com crosta de sésamo, pistachio e redução de laranja, limão e mel!



Uma refeição de salmão cai sempre bem! 
E esta até é rápida e super deliciosa! Uma refeição de conforto! 
Para os amantes de salmão claro...
Chegar a casa depois de um dia chato de trabalho,  fazer um jantar delicioso e em pouco tempo é o paraíso. Sobrar uma boa parte da noite para sentar no sofá a ver um filme, uma serie...  Vá confessem é bom não é?
Venham ver como é rápido e super saboroso este salmão com crosta de sementes de  sésamo e pistachio regado com uma maravilhosa redução  de laranja, limão e mel.
Acompanhado com couve flor e broculo cozido.
Uma refeição bem a meu gosto. Simples, rápida e deliciosa!
Espero que gostem também.



Ingredientes
1 lombo de salmão por pessoa
Molho de soja Q/B
Sementes de sésamo Q/B
Sumo de 2 laranja
Sumo de 1 limão
2 colheres de sopa de mel
100 gr de pistachio
Azeite Q/B
Couve flor 
Broculo

Preparação
Coloque os lombos do salmão em banho no molho de soja durante 20 minutos virando a meio(10mintos).
Esprema o sumo das laranjas  e do limão para um tacho, junte o mel e leve a lume brando para reduzir e espessar ligeiramente (tipo xarope)
Ponha o broculo e a couve flor a cozer ate estar no ponto, gosto pessoal. 
Pegue nos lombos e passe, amasse, calque bem sobre as sementes de sésamo, de modo a tapar o peixe todo.
leve ao lume numa certa bem quente com um fio de azeite e coloque la o salmão a cozinhar 2 a 3 minutos de cada lado é o suficiente. 
Passe para um prato, coloque o legumes ao lado e regue com a redução de laranja e limão.
Polvilhe generosamente com o pistachio picado grosseiramente. E regue novamente com a deliciosa redução de laranja e limão 
E delicie se com esta maravilha, se gostar de salmão vai adorar!
Nota: Eu coloquei o salmão numa cama de cogumelos em azeite, alho e vinagre babalsâmico, porque tinha lá e estavam a passar-se, foi para aproveitar (vê-se nas fotos)  
Também não usei sal, pois o molho de soja já contem. 





Bom Apetite!



quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Modovik Cake





Este foi daqueles bolos que quando vi pensei imediatamente... Ai  tenho que o fazer! 
Vi este bolinho no Blog Recanto com Tempero! De autoria Ana G. Neves. Receita que segui AQUI o Modovik da Ana.
Fiquei encantada, além do aspecto maravilhoso que tinha, as fotos estavam muito,mas mesmo muito bonitas.
E assim decidi que seria o bolo de aniversario do meu Pai.
Um bolo robusto com postura, um bolo que marca presença.
Oh se marca...
Também para quem era (meu pai) era mais que merecido.
E não tem bolo de compra, ah não tem mesmo!
Segui a receita direitinho só acrescentei um toque de sal, pois o bolo leva bastante leite condensado e eu quis ali cortar um pouco toda aquela doçura.
Dar um toque agridoce.
Juntei a este bolo maravilhoso caramelo salgado e uns refrescantes pistachios  combina muito bem.
Um bolo um pouco trabalhoso mas vale o esforço.



Ingrediente para bolo
2 ovos
150 g de açúcar amarelo
3 colheres (sopa) de mel
120 g de manteiga
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher (sopa) de vinagre
500 g de farinha de trigo (sem fermento)

Ingredientes para Recheio
2 latas de leite condensado cozido (cerca de 800 g)
170 g de manteiga à temperatura ambiente
Caramelo salgado Q/B Receita Aqui
80 gr de pistachio para cobertura


Preparação Tradicional (recheio)
Numa taça, bata a manteiga até ficar cremosa. Adicione o leite condensado cozido e mexa muito bem até ligar. Tape com película aderente e leve ao frio para ganhar alguma consistência.
Trate também do caramelo para ficar frio.(Caramelo salgado) Reserve.

Preparação Tradicional(bolo)
Numa tigela, misture o açúcar, os ovos e o mel. Coloque a tigela em banho-maria, numa panela com a água a ferver, e adicione a manteiga. Continue a mexer até dissolver bem o açúcar. Retire.
Num copo, junte o bicarbonato de sódio com o vinagre e, de seguida, adicione à mistura de ovos, mexendo bem.
Aos poucos, adicione a farinha, mexendo sempre, até obter uma massa macia ao toque. Cubra a massa com película aderente e leve ao frio por cerca de 20 minutos.
Entretanto, ligue o forno nos 170 ºC.
Retire a massa do frio e coloque-a numa superfície enfarinhada.
Estique a massa até ficar bem fina (cerca de 3 mm de espessura).
Com a ajuda de um aro (usei um aro com 16 cm de diâmetro e rendeu 12 discos) ou de um prato virado ao contrário, corte vários discos. Reserve as sobras de massa.
Transfira os discos para tabuleiros, previamente forrados com papel vegetal.
Leve os discos ao forno durante 5 ou 6 minutos.
Retire os discos e coloque-os a arrefecer sobre uma grade.
Se for necessário, com a ajuda do aro ou do prato e de uma faca, acerte os discos, de modo a ficarem do mesmo tamanho/diâmetro.
Com as sobras da massa corte pequenas formas e leve a coser também, para depois mais tarde decorar o bolo. Eu usei estrelinhas e corações. 

Preparação Robot de Cozinha (recheio)
Coloque a manteiga dentro do copo e e bater 3 mint/ vel.4 ate a manteiga ficar bem cremosa, colocar a borboleta, adicionar o leite condensado cozido e na vel.2 bater 3 a 4 mint ate  estar bem ligado a manteiga. Tape com película aderente e leve ao frio para ganhar alguma consistência.
Trate também do caramelo para ficar frio.

Preparação Robot de Cozinha (bolo)
No copo coloque o açúcar, os ovos, manteiga e o mel, programe 70ºC/ vel.4 /4 mint.até o  açúcar estar bem dissolvido. Num copo, junte o bicarbonato de sódio com o vinagre e, de seguida, adicione à mistura de ovos, bater mais 3 mint sem temperatura. Aos poucos, adicione a farinha, pelo bocal com a maquina a bater na vel. 3 e 4 até obter uma massa macia ao toque. Cubra a massa com película aderente e leve ao frio por cerca de 20 minutos.
Entretanto, ligue o forno nos 170 ºC.
Retire a massa do frio e coloque-a numa superfície enfarinhada.
Estique a massa até ficar bem fina (cerca de 3 mm de espessura).
Com a ajuda de um aro (usei um aro com 16 cm de diâmetro e rendeu 12 discos) ou de um prato virado ao contrário, corte vários discos. Reserve as sobras de massa.
Transfira os discos para tabuleiros, previamente forrados com papel vegetal.
Leve os discos ao forno durante 5 ou 6 minutos.
Retire os discos e coloque-os a arrefecer sobre uma grade.
Se for necessário, com a ajuda do aro ou do prato e de uma faca, acerte os discos, de modo a ficarem do mesmo tamanho/diâmetro.
Com as sobras da massa corte pequenas formas e leve a coser também, para depois mais tarde decorar o bolo. Eu usei estrelinhas e corações. 

(Montagem)
Espalhe um pouco de recheio (1 colher de sopa) no prato de servir e coloque por cima o primeiro disco de biscoito. Cubra com mais um pouco de recheio (2 colheres de sopa) e volte a colocar outro disco de biscoito por cima. Repita o processo recheio/ caramelo salgado/ disco até terminarem os discos de biscoito.
Barre todo o bolo com o resto do creme. Salpique a toda a volta generosamente com pistachio picado grosseiramente, e use as formas das bolachinhas que fez.
Mas pode sempre decorar como mais gostar.
Leve ao frio ate hora de servir.
Bom Apetite!







terça-feira, 11 de setembro de 2018

Pudim de Maracujá com polpa de Maracujá!






Maracujá! 
São deliciosos. Adoro!
Eu tinha esta  receita nos meus planos já algum tempo. 
Desde uma ida a ilha da Madeira algum tempo atrás. 
E este delicia ficou a espera da época de maracujá! Podia comprar, sim eu sei, tem o ano inteiro no super mercado. Mas eu gosto das coisas na época onde o sabor está em todo seu explorador.
Este pudim de maracujá é uma das iguarias da ilha, ente outras muitas mais.
E como uma apaixonada por fruta que sou, esta não me poderia falhar. 
E que vale mesmo, a pena fazer, acreditem me.
E bem simples de se fazer. Esta receita fiz de um livro com receitas da Madeira que trouxe de lá. Exactamente o meu (recuerdo) perfeito, um livrinho de receitas típicas da zona, melhor? Impossível.

Madeira uma ilha que vale a pena visitar, é linda


Ingredientes
1 kg.de maracujás
125 gr de açúcar(não usei)
1 lata de leite condensado
3 dl. de natas (usei um pacote)
4 claras de ovo
5  folhas de gelatina(usei 5)
(3 colheres se sopa de leite quente, isto acrescentei eu)

Preparação Tradicional
1-Colocar a gelatina de molho em água fria.
2-Bater as as natas bem firmes,reservar no frio.
3-Bater as claras em castelo e reservar também.
4- tirar a polpa a 6 maracujás e juntar com o leite condensado.
5- Juntar delicadamente as natas com as claras, não mexer muito para não perder o ar.
6-Dissolver a gelatina no leite quente e juntar ao leite condensado, mexendo muito bem para que fique bem dissolvida as folhas de gelatina. E por fim também com cuidado juntar as claras e as natas já misturadas.
7-Passar para uma forma e levar ao frio no mínimo 4 horas.
Eu usei uma forma de plástico passei por água fria previamente para ajudar a desenformar.
Por fim desenformar retirar a restante polpa aos maracujás e colocar por cima do pudim.
Depois é só degustar esta maravilha.
Nota= Eu não usei açúcar na polpa do maracujá optei pela acidez natural da fruta, o que combina na perfeição com a doçura do leite condensado.
A receita original manda levar a polpa da fruta,com o açúcar ao lume 5 a 10 minutos.


Receita Robot de cozinha
1-Colocar a gelatina de molho em água fria.
2- Colocar as natas bem frias no copo com borboleta começar vel.2 passe para 4 . Aqui convém estar atento tempo pode variar.
Assim que estiver retire e reserve no frio.
3- Com o copo limpo e seco bater as claras em castelo também com borboleta vel.4 até estarem bem firmes. Reservar também no frio.
4- Sem limpar o copo e com borboleta colocar o leite condensado e polpa de 6 maracujás.
E sem para de bater junte a gelatina dissolvida no leite quente.
5- Por fim com maquina ligada na vel. 2/ com borboleta,vá juntando pelo bocal 1º as natas e depois as claras sempre vel.2 / 2 minutos. Só para envolver bem a mistura.
6-Passar para uma forma e levar ao frio no mínimo 4 horas.
Eu usei uma forma de plástico passei por água fria previamente para ajudar a desenformar.
Por fim desenformar retirar a restante polpa aos maracujás e colocar por cima do pudim.
Depois é só degustar esta maravilha.
Nota= Eu não usei açúcar na polpa do maracujá optei pela acidez natural da fruta, o que combina na perfeição com a doçura do leite condensado.
A receita original manda levar a polpa da fruta,com o açúcar ao lume 5 a 10 minutos.






Bom Apetite!