quinta-feira, 30 de maio de 2019

Cheesecake Japonês de Chocolate Branco com Cerejas.


E elas já ai estão, já ai andam, maravilhosas... Cerejas! 
Adoro e se as juntar mos a este maravilhoso cheesecake então, é o paraíso na terra.
É tão bom mas tão bom, que  é impossível resistir, acreditem nos que vos digo. Este foi a sobremesa do almoço de domingo passado. Um almoço em família. E que bem que soube. Usei as cerejas ao natural por norma faz se um doce, uma compota, um curd mas achei desperdício de uma fruta só por si maravilhosa e para quê juntar mais açúcar? Descarocei uma parte das cerejas e esmaguei grosseiramente para tirar sumo e puré de cereja e cerejas ao natural.Ficou perfeito.
Este cheesecake é repetido ano após ano. 
Das minhas sobremesas preferidas, sem duvida.
E bem simples de se fazer.


Ingredientes
500 gr de queijo Philafelfia
40 gr de óleo de coco
100 gr de leite (usei sem lactose)
200 gr de chocolate branco
5 ovos
60 gr de farinha (t55)
20 gr de amido de milho
Sumo de 1 lima ou limão
1 colher de sopa de mel bem cheia
Lascas de chocolate branco
Cerejas 

Preparação Robot de Cozinha
Comece por ligar o forno a 160ºC 
Untar uma forma redonda e com aro com manteiga e por cima papel vegetal (importante que seja uma folha inteira, para não correr risco de passar água coze em banho Maria ) reserve.
Coloque o chocolate e reduza a pó, reserve retire bem o chocolate em pó que possa ter ficado no copo.
Separe as gemas das claras coloque a borboleta e bata as claras em castelo bem seguro a vel.3,5/ 3 a 4 mint, será suficiente retire para uma taça e reserve. 
Sem limpar o copo da bimby coloque  o queijo. 
Depois junte as gemas,farinha,  amido de milho, óleo de coco, sumo da lima e o mel. E por fim junte as claras a mistura da massa que esta no copo e com a espátula envolva muito suavemente ate que as claras estejam bem incorporadas na massa, ficara uma massa muito leve fofa e arejada verta para a forma e vai ao forno a cozer em banho Maria durante 1 hora e 10/ 15 minutos.

Na 1º hora tape com uma folha de papel de prata, para não queimar. Retire apenas nos últimos 15 minutos.
Deixe arrefecer completamente na forma.
Leve ao frigorífico ainda na forma, umas horas. 
Decore a gosto e sirva fresco.
E deixe este cheesecake, brilhar no final da refeição!




Preparação Tradicional
Comece por ligar o forno a 160ºC 
Untar uma forma redonda e com aro com manteiga e por cima papel vegetal (importante que seja uma folha inteira, para não correr risco de passar água coze em banho Maria ) reserve. Coloque o chocolate partido em pedaços dentro de um saco e com ajuda do rolo da massa reduza a pó, reserve.
Separe as gemas das claras e com ajuda da batedeira bater muito bem em castelo, reserve. 
Numa outra taça coloque as gemas, junte o queijo, leite e óleo de coco, farinha, amido de milho, mel e o chocolate bater muito bem até obter uma massa bastante fofa e quase com dobro de tamanho, por fim junte as claras em castelo e com ajuda de colher de pau envolva muito suavemente ate que as claras estejam bem incorporadas na massa, ficara uma massa muito leve fofa e arejada verta para a forma e vai ao forno a cozer em banho Maria durante 1 hora e 10/ 15 minuto.

Na 1º hora tape com uma folha de papel de prata, para não queimar. Retire apenas nos últimos 15 minutos.
Deixe arrefecer completamente na forma.
Leve ao frigorífico ainda na forma, umas horas. 
Decore a gosto e sirva fresco.
E deixe este cheesecake, brilhar no final da refeição!





Bom Apetite!



segunda-feira, 27 de maio de 2019

Paris Brest com frutos Vermelhos e creme de Mascarpone




Paris Brest um bolinho super elegante lindo, na minha opinião claro.
Este então deixa me in love! as cores vivas fortes dos frutos vermelhos na pureza do creme branco! 
Ah vá,... não digam que não é bonito.
É lindo!!
Um bolinho que vai fazer sucesso em qualquer almoço ou jantar que nele participe.
Sim eu sei sou uma romântica incurável, ando sempre a procura de pequenos detalhes, do Amor. Mas quando fazemos as coisas com uma generosa pitada de Amor, as coisas correm melhor e ficam com outro sabor, outra cor.
E depois estamos na altura do ano em que os frutos vermelhos começam a brilhar, adoro! 
E pronto foi ter uma tarde livre para me dedicar a esta beleza confesso que andava ansiosa por o fazer. A receita saiu do livro (Bimby Bolos e sobremesas)
Adoro livros de culinária mas a internet poupa nos imenso tempo, pois encontramos lá tudo e quase já não pegamos num livro e folheamos lentamente apreciar as fotos lindas e apetecíveis que os livros têm. Este Paris Brest saiu de um livro, excelente por sinal cheio de coisas deliciosas. 


Ingrediente para massa
300 gr de farinha tipo 65
500 gr de água
100 gr de manteiga sem sal
1/2 colher de chá de flor de sal
1 colher de chá de açúcar
6 ovos batidos
Leite q/b para pincelar
Amêndoa laminada q/b para guarnecer

Recheio
1 embalagem de queijo mascarpone
1 pacote de natas 
frutos vermelhos a gosto
50 gr de açúcar

Preparação da massa Robot de Cozinha
Pese a farinha e reserve.
Coloque no copo a agua, manteiga,sal e açúcar programe 6min/100ºC/vel1.
Junte a farinha reservada misture 20seg./vel4. Retire o copo da base e deixe arrefecer 10 minutos.
Pré aqueça o forno a 180ºC forre um tabuleiro com papel vegetar e reserve.
Volte a colocar o copo na base (passados 10 minutos) programe 1 min e meio/ vel5. e com a maquina em movimento, pelo bocal adicione  em fio os ovos batidos.
Ligue o forno a 180ºC
Retire a massa para um saco de pasteleiro com bico estrelado mais ao menos 3 cm.
No tabuleiro reservado faça círculos sobrepostos ate acabar a massa, pincele com leite e polvilhe com amêndoa laminada.




Leve ao forno a 180ºC, cerca de uma hora até ficar douradinha e sentir oca ao toque.
Desligue o forno abra um pouco a porta e deixe esta mais 10 a 15 minutos antes de retirar do forno e deixar arrefecer completamente.

Preparação recheio
No copo bem limpo pulverize o açúcar  coloque as natas e mascarpone, bem frescos e bata por 5 minutos com a borboleta/ vel 3.  ou mais tem que ficar com consistência de mousse.
Abra o Paris brest a meio, na longitudinal ficando com uma base e uma tampa, com ajuda de saco de pasteleiro recheie generosamente a base com o creme de mascarpone e frutos vermelhos coloque a (tampa) cuidadosamente e esta pronto a servir.


Preparação da massa método tradicional
Coloque a água, a manteiga, o açúcar e o sal num tacho e leve ao lume, assim que começar a ferver junte a farinha toda de uma só vez e mexa bem ate fazer uma pasta. Retire do fogo e deixe arrefecer um pouco, Bata os ovos numa tigela e em fio e sem deixar de mexer a massa misture muito bem, pode e deve recorrer  a ajuda de uma batedeira  para ter certeza que fica bem misturada.
Ligue o forno a 180ºC
Retire a massa para um saco de pasteleiro com bico estrelado mais ao menos 3 cm.
No tabuleiro reservado faça círculos sobrepostos ate acabar a massa, pincele com leite e polvilhe com amêndoa laminada.
Leve ao forno a 180ºC, cerca de uma hora até ficar douradinha e sentir oca ao toque.
Desligue o forno abra um pouco a porta e deixe esta mais 10 a 15 minutos antes de retirar do forno e deixar arrefecer completamente.

Preparação recheio
Com ajuda de uma batedeira bata o mascarpone as natas e o açúcar até obter uma mousse bem firme.
Abra o Paris brest a meio, na longitudinal ficando com uma base e uma tampa, com ajuda de saco de pasteleiro recheie generosamente a base com o creme de mascarpone e frutos vermelhos coloque a (tampa) cuidadosamente e esta pronto a servir.

Notas:Este bolinho é bom é na hora pois a massa é crocante. No dia seguinte já esta mais mole, devido ao tipo de massa que é. 
E também por causa da humidade do recheio.




 Bom Apetite!


sábado, 25 de maio de 2019

Creme de Limão... Ou o famosíssimo, Lemon Curd!






Este creme de limão é fantastico super versátil na culinária.
Para quem é fã de limão isto é do melhor.
Por acaso aqui em casa sai muito, por norma tem sempre no frigorífico.
E foi esta e escolha para desafio do dia 25 de cada mês. A cozinhar com:
Este mês com a Ana G. Neves, autora do delicioso blog Recanto com Tempero!
E como este ano os limoeiros estão pelas pontas, temos que aproveitar a fartura.
O meu limoeiro a meias com o meu vizinho está que nem pode mais limões que folhas, isto para não falar no pé gigante de maracujá que lá esta emaranhado também. que chatice não é? E todos ou quase todo do meu lado oh delicia.
Mas pronto o assunto hoje é o limão e  este maravilhoso  creme de limão.
Minha perdição! Volta e meia lá vou eu ao frigorífico  ver se ele ainda esta no ponto. E vai uma colherada.




Ingredientes
2 limões (raspa e sumo)
160 g de açúcar amarelo
60 g de manteiga sem sal
2 ovos

Preparação Robot de Cozinha
  1. Lavar e secar o limão. 
    Com o copo bem limpo e seco, pulverizar o açúcar: 20 seg/vel 9. 
    Juntar a casca de limão: 15 seg/vel 9. 
    Adicionar a manteiga e o sumo de limão: 2 min/vel2
    Juntar os ovos  10 seg/vel 4. 
    De seguida programar 7 min/temp 80º/vel 2. 
    Deixar arrefecer e guardar no frigorífico até usar.
Preparação Método tradicional
Num tacho, coloque o açúcar, a raspa de limão, a manteiga e o sumo de limão. Leve ao lume e deixe derreter. Quando começar a ferver, deixe ferver 2 a 3 minutos.
Parta os ovos para uma tigela e bata bem com uma vara de arames. Aos poucos e enquanto bate, junte em fio a calda.
Coloque novamente no tacho e deixe cozinhar em lume brando, sem parar de mexer, até engrossar. Apague o lume antes de começar a ferver. 
Deixar arrefecer e guardar no frigorífico até usar.





Bom Apetite!


quarta-feira, 22 de maio de 2019

Tarte folhada de 2 Courgettes e Queijo de Cabra!



Olá! 
Hoje trago umas tartes salgadas de Courgette e queijo de cabra, são uma delicia.
Pode ser servido assim individual, numa grande (familiar) ou mais pequeninas até.
Isso deixo a vosso critério mas que são maravilhosas são! 
Sabores que andam de mãos dadas a doçura e leveza da courgette com a intensidade e sal do queijo.
Já não fazia esta tarte algum tempo, confesso que estava até um pouco esquecida. Mas o mês da Courgette fez com que ela se avivasse em minha memória. Comi esta tarte pela 1º vez numa ida a Paris. Adorei e claro tive que a replicar.
Então hoje trago uma versão com 2 courgettes, a verde normal e a amarelinha redonda tipo cabaça. Eu gostei do resultado a massa folhou bem , super estaladiça, quentinha é uma delicia.
Espero que gostem! 
É simples mas cheia de sabor e muito simples.





Ingredientes
1 base de massa folhada retangular
1 courgette verde
1 courgette amarela
1 queijo de cabra
Azeite q/b
Oregãos q/b

Preparação
Pré aqueça o forno a 180ºC
Com ajuda de uma Mandolina corte as courgetes em rodelas fininhas, reserve.
Corte também o queijo em rodelas finas, reserve também.
Desenrole a massa folhada e aproveitando o papel vegetal onde por norma vem enrolada, disponha a massa num tabuleiro de forno. Corte em 6 partes iguais.
SDAlpique com uns borrifos de azeite.
Vá colocando intercalado as rodelas de courgette por cor e de duas e duas uma rodela de queijo. Volte a borrifar com azeite e polvilhe com oregãos, leve ao forno cerca de 20 minutos ou ate massa folhar e ficar com um ar douradinho sem queimar.
Sirva ainda quentinho.






Bom Apetite!


domingo, 19 de maio de 2019

Caril de Gambas com Arroz de Limão!




Marisco, Caril e eu! Combinação perfeita. Damos nos tão bem mas tão bem.
E este caril de gambas é maravilhoso, posso dizer que sou viciada nele.
Quem comeu também ficou preso a esta delicia tem uma cremosidade fora de serie e já vão perceber porque. Este caril leva banana, sim banana, eu sei parece estranho mas combina na perfeição! E olhem que aprendi com uma Chef de Cozinha. Tânia Durão num workshop  com o apoia da Teka. Muito credível não acham? E uma explosão de sabor uma caril fantastico não quero outra receita, outra forma de o fazer, esta enche me as medidas. Acompanhado com um delicioso, aromático e fresco arroz de limão é o casamento perfeito!
Como já disse experimentem, não se vão arrepender! 



Nesta publicação aproveito também para vos falar de uma outra paixão. Louça antiga, sou perdida por isto e hoje trago este caril num prato com mais de 100 anos. Não é meu bem que eu gostava, mas não é. 
É de uma grande e querida amiga, Elvira Vasconcelos.
Este prato pertencia a visa avó dela, é um privilegio ter uma peça destas na família, porque além de ser relíquia antiga é lindissimo!
Sabiam que antigamente a louça era agrafada? Pois eu também não! Confirmem aqui o que vos digo...

O prato pela frente todo rachado, de se ter partido!
E pintado a mão claro.


As traseiras do prato com os agrafos.
Incrível não é?


Como não ser apaixonada por este tipo de coisas?
Conseguem imaginar as refeições que já aqui foram servidas?
As mais simples , dias de festa, refeições carregadas de alegria e risadas ou refeições carregadas com tristeza e dor... Mais de 100 anos incrível o percurso de um simples objecto, um prato! 
As gerações que já cruzou... que já serviu. 
Para mim isto é magico, lindo o prato, não é meu é verdade, mas consigo sentir o Amor que ele carrega no carinho que a dona lhe tem! ❤️ 
Obrigada minha querida amiga por mo teres emprestado! ❤️
Ficou maravilhoso com este fantastico Caril de Gambas!




Ingredientes Caril de Gambas
1 cebola grande
5 dentes de alho
20 gr de gengibre
1 colher de sopa rasa de caril indiano picante
1 colher de sopa rasa de caril de bengala soft
2 citronelas
1/2 molho de coentros 
1 banana
Azeite q/b
Flor de sal q/b
1 malagueta 
200 gr de coco ralado ou (1 lata de leite de coco, das grandes)
1 litro de água
1 quilo de gambas 
Sumo de um limão

Ingredientes Arroz de limão
 200 gr.
Azeite q/b
2 dente de Alho
1/2 Limão
800 gr. água// 1 medida de arroz para 2 medidas de agua.
Flor de Sal

Preparação método Tradicional
Comece pelo leite de coco.
Coloque  o coco nem recipiente alto e largo , junte agua a ferver e deixe repousar uns 30 minutos.
Passados os 30 minutos triture com varinha magica  e deixe descansar mais 30 minutos.
Coe o leite de coco e esprema bem  todo o liquido que esta com o coco, reserve.
Ou use leite de coco já pronto.
Descasque as gambas deixando as cabeças e o rabo. Tempere com flor de sal e sumo de limão, reserve.
Corte a cebola em pedaços pequenos leve a refogar juntamente com azeite junte os alhos,  grosseiramente laminados, a malagueta o gengibre e os dois tipo de caril deixar refogar mais um pouco (uns minutos) junte a citronela esmagada e a banana em pedaços. Juntar o leite de coco, Cozinhar até a banana estar bem macia . Retirar o gengibre  triturar tudo Passar por um coador (chinês) voltar a colocar no tacho e deixar cozinhar mais um pouco para molho apurar engrossar ajustar tempero de sal
Junte as gambas com a marinada.
Cozinha muito rápido uns 5 minutos o tempo de mudarem de cor, para que as gambas fiquem rijinhas , desligue o fogão e junte os coentros acompanhe com um aromático arroz de limão.
Na hora se servir esprema mais um limão por cima do caril. Para realçar sabores.

O Arroz de limão
Coloque o azeite e os alhos picados no tacho assim que começar a estalar, junte o arroz e deixe fritar um pouco.
Parta o meio limão a meio (em quartos) coloque dentro do tacho assim como a água 2 medidas de agua para uma de arroz tempere de flor de sal e deixe cozinhar 20 minutos. Desligue o fogão reserve até hora de servir com o caril.

Preparação método Robot de Cozinha
Comece pelo leite de coco.
Coloque  o coco nem recipiente alto e largo , junte agua a ferver e deixe repousar uns 30 minutos.
Coloque tudo dentro do copo e triture 4 mint/ vel. 4, 7 e 9, deixe descansar mais 30 minutos.
Coe o leite de coco e esprema bem  todo o liquido que esta com o coco, reserve.
Ou use leite de coco já pronto.
Descasque as gambas deixando as cabeças e o rabo. Tempere com flor de sal e sumo de limão, reserve.
Corte a cebola em pedaços pequenos leve a refogar juntamente com azeite junte os alhos,  grosseiramente laminados, a malagueta o gengibre 5 mint/vel 1/100ºC. Junte  os dois tipo de caril deixar refogar mais um pouco (uns  5 minutos) junte a citronela esmagada e a banana em pedaços. Juntar o leite de coco, Cozinhar até a banana estar bem macia. 10 mint/ vel1/100ºC Retirar o gengibre  triturar tudo vel.8/2 mint. Passar por um coador (chinês)
Voltar a colocar no copo e deixar cozinhar mais um pouco, para molho apurar engrossar, ajustar tempero de sal.
Junte as gambas com a marinada.
Cozinha muito rápido, 5 minutos/vel. inverssa , colher/100ºC o tempo de mudarem de cor, para que as gambas fiquem rijinhas , retire para um prato fundo, junte os coentros acompanhe com um aromático  arroz de limão.
Na hora se servir esprema mais um limão por cima do caril. Para realçar sabores.

Esta parte final prefiro fazer numa sertã larga para que os camarões fiquem inteiros, para que  a lamina não separe as cabeças do corpo do camarão, fica com melhor apresentação.

O arroz de Limão 
No copo da Bimby colocar o dente de alho e o azeite.
Programar 5 min/ temp/ 100º vel. 1.
Juntar o limão cortado em quartos, junte a água.
Coloque o arroz no cesto com flor de sal.
Programe 20 mint/ vel. 2 (esta velocidade é suficiente, pois como tem lá o meio limão cortado em 1/4 é suficiente para dar impulso a água. Para que esta passe pelo arroz e complete a cozedura.
Terminado o tempo desligue o robot, abra a tampa e coloque um pano de cozinha limpo por cima, ajuda a secar o arroz, fica mais soltinho, reserve o arroz até hora de servir com o caril. 

Este arroz é perfeito para acompanhar sabores fortes intenso pois transmite uma frescura maravilhosa. Por norma quando faço pratos de marisco que acompanhe com arroz é sempre de limão! 






Bom Apetite!



quarta-feira, 15 de maio de 2019

Mojito de Licor Beirão!



Olá bom dia hoje trago um dois em um!
Trago uma bebida, deliciosa e super refrescante. Para um fim de tarde na borda de uma piscina, para estar com amigos ou mesmo sozinha(o), como muito bem lhe apetecer. Que é bom isso é garantido.
E ao mesmo tempo aproveito para mostrar e agradecer a minha tábua de degustação em ardósia, que ganhei recentemente num passatempo pelas  mão de Bimbexpress  &  Duuras.
O meu muito obrigada a ambas.
Adorei meu prémio! 
É linda ❤️
E como o recebi num dia de muito calor, aproveitei para vos apresentar este delicioso Mojito de Licor Beirão, uma delicia acreditem no que vos digo!




Ingredientes por copo
50 ml de licor Beirão
Gasosa
Sumo de meio limão
Gelo em cubos q/b
Hortelã   muita Usei das Aromáticas Vivas
   

Preparação
Num copo alto coloque o beirão o sumo de limão e  Hortelã  com ajuda de um Pilão esmague ligeiro para libertar um pouco os óleos da hortelã.
Junto o gelo e encha o copo com gasosa, decore com mais folhas de Hortelã  e uma rodela de limão, sirva de imediato e refresque se!





Bom Apetite!