quinta-feira, 26 de abril de 2018

Pão Caseiro Broa de Milho




Adoro o cheiro de pão acabado de fazer deixa a casa mesmo perfumada...
Este fiz especial para acompanhar uma parrilhada de peixe na brasa. E ficou muito bom apesar de o fermento que usei não ter sido uma boa escolha e não cresceu o pretendido. Mas no seu pior deu uma excelente broa.
Porque não tem coisa melhor que um pãozinho ainda ligeiramente morno super crocante, para acompanhar uma refeição mais ligeira.


Ingredientes
Massa de levedura
100 gr de água
20gr de fermento de padeiro fresco ou  (seco 1/2 saqueta)
50 gr de farinha de trigo
1. colh.chá de açúcar 

Broa 
300gr de água
250 gr de farinha de milho
30 gr de azeite
1.colh.chá de flor de sal
100 gr de farinha de trigo 

Preparação Robot de Cozinha (Bimby)
    Massa de levedura
  1. Coloque no copo a água, o fermento, a farinha, e o açúcar e misture 10 seg/vel Retire e espere que dobre de volume.
Broa 
  1. Coloque no copo a água e aqueça 3 min/100°C/vel 1. Adicione a farinha de milho e envolva 1 min/vel 3. Retire o copo da base e deixe arrefecer.
  2. Quando a massa estiver morna, adicione a massa de levedura, o azeite, o sal, a farinha de trigo e amasse 4 min/veDough mode 
  3. Retire a massa, polvilhe com farinha de trigo, faça uma bola e coloque num tabuleiro polvilhado com farinha, deixe que dobre de volume. Leve ao forno pré-aquecido a 200°C cerca de 50 a 60 Minutos.
Preparação tradicional
Massa de Levedura
Coloque num  copo alto  a água, o fermento, a farinha, e o açúcar e misture muito bem, reserve até dobrar de tamanho.

Broa 
Aqueça a água  (não precisa ferver) junte a farinha de milho e misture muito bem deixe repousar um pouco ate ficar bem morninha.
Depois junte a massa da levedura, o azeite, o sal, a farinha de trigo e amasse muito bem ate massa ficar bem homogénea e elástica.
Polvilhe com um pouco de farinha de trigo faça uma bola de o formato pretendido ao pão e coloque num tabuleiro polvilhado com farinha, deixe que dobre de volume. Leve ao forno pré-aquecido a 200°C cerca de 50 a 60 Minutos.
Retire do forno deixe arrefecer e depois é só degustar.




Bom Apetite!


quarta-feira, 25 de abril de 2018

Torta de coco com recheio de Raffaello

Coco...
Branco adoro tudo que é branco.
Uma torta  de coco eu só visualizo o Branco. O branco para mim passa calma serenidade espaço. E é com uma certa nostalgia que vejo o Inverno a ir se embora a levar consigo a neve tão branca que este áno nos brindou até bem tarde com seus mantos espalhados pelos pontos mais altos de Portugal. 
Mas enfim o Abril chegou e também época perfeita para entrar serra, bosque adentro e ver, sentir o despertar o impor da primavera e as flores que começam a desabrochar... tão lindas, delicadas perfeitas e fortes. Começam a impor-se a dureza do gelo, neve e frio. E para celebrar  a chegada tardia da primavera mas segura, trago uma torta de coco muito boa acreditem. Que vale a pena fazer, eu adorei fazer e depois o branco levou me um pouco mais alem da receita original. Do Blog A Pimenta Rosa Da Querida Andreia Sousa. Podem encontrar a receita original AQUI.
Alterei um pouco acrescentei recheio, a meu gosto. Mas adorei, Andreia!



Deixo aqui minha versão 
Espero que gostem!





Ingredientes
120 gr de coco ralado
150 açúcar de coco
20 gr de óleo de coco
6 gemas de ovo
1 colher de chá de amido de milho
4 claras 

Ingredientes Recheio
150 gr de leite condensado
70 gr de coco ralado
100 gr leite de coco 
70 gr de avelã triturada

Preparação recheio Robot de Cozinha (Bimby) 
Comece pelo recheio para arrefecer   


Coloque a avelã no copo e de um toque de turbo, junte o leite condensado,leite de coco e o coco ralado 10 mint/ vel.2/100ºC reserve arrefecer

Preparação da Torta Robot de Cozinha (Bimby)  
Pré aquecer o forno a 180ºC 
Bater as claras em castelo reserva. A seguir coloque no copo sem o  lavar  e sem retirar a borboleta o açúcar junto com as gemas e óleo de coco ate obter uma mistura bem cremosa cerca de 3 mint/ vel.4 junte o coco ralado e por fim as claras em castelo, com ajuda de espátula envolva cuidadosamente, leve ao forno cerca de 20 minutos até a massa estar cozida.
Retire do forno e vire a tarte sobre um pano polvilhado com coco e açúcar de coco. 
Coloque o recheio sem chegar muito as pontas ( para não vazar fora) Enrole cuidadosamente e deixe arrefecer por completo.Decore a gosto. Sirva fresca.

.

Preparação tradicional da Torta
Pré aqueça o forno a 180ºC
Bater o açúcar com as gemas e óleo de coco até obter uma massa esbranquiçada e cremosa juntar o coco e o amido de milho bater mais um pouco. 
Bater as claras em castelo e juntar a massa de coco, com ajuda de espátula envolva cuidadosamente, leve ao forno cerca de 20 minutos até a massa estar cozida.
Retire do forno e vire a tarte sobre um pano polvilhado com coco e açúcar de coco. 
Coloque o recheio sem chegar muito as pontas ( para não vazar fora) Enrole cuidadosamente e deixe arrefecer por completo.Decore a gosto. Sirva fresca

Preparação recheio método tradicional
Comece pelo recheio, para arrefecer.

Triture as avelãs grosseiramente junte o leite de coco, leite condensado leve ao lume brando até engrossar um pouco reserve arrefecer




Pode também servir com uma bola de gelado a gosto! 
Para os mais gulosos vão adorar.


A cozinhar com...

Bom Apetite!



terça-feira, 24 de abril de 2018

Dacquoise de Avelã, Baunilha & Chocolate negro com Praliné de Avelã!






 Dacquoise... A minha Daquoise um pouco tosca é verdade de elegante tem pouco. Mas que ficou muito bom ficou. Optei por este formato para fazer 3 camadas assim deu para fazer as 3 placas de uma só vez visto que demora um pouco em termos de forno e o tempo por aqui não era muito confesso.
Mas não podia deixar de participar na 27ª edição do Sweet World Challenge. das lindas meninas Susana Ferreira Do Blog Basta Cheio. E Lia Teixeira Lemon &Vanilla 
Onde todos os meses temos um desafio no qual comecei a participar a pouco mas gosto muito.
Deixo aqui um pouco da historia deste doce texto retirado do blog Basta Cheio
Nasceu então em França, na antiga cidade de Dax, localizada na zona sudoeste e conhecida pelas suas estâncias termais e pelo famoso brandy Armañac, daí o seu nome significar “oriundo de Dax”. Conta a história que no século XV, os chefs da cidade criaram uma nova versão de merengue, que rapidamente se transformou e deu origem a uma sobremesa, sendo hoje uma das jóias da fina pastelaria francesa.
As variantes do doce são algumas e tem direito a denominações específicas e tudo, sendo que a mais conhecida é a Marjolaine, criada pelo chef francês Fernand Point.
Costuma ser servido frio e por vezes acompanhado de fruta fresca.
É um doce com uma apresentação muito bonita para ir a mesa e de excelente sabor e texturas diferentes.
Pronto ok de apresentação meu não ficou nada de especial nem  apelativo mas o sabor estava lá todo.
Um passeio numa aldeia histórica do campo  caminhar pelo meio da natureza desfrutar dos cheiros, sons e sua beleza  é onde me leva os sabores que tiro desta maravilhosa Dacquoise com sua diferentes camadas e texturas.







Ingredientes: Merengue
200 gr de avelã sem pele, moída
200 gr de açúcar (superfino)
25 gr de amido de milho
6 claras de ovo
1 pitada de sal​

Ingredientes: Creme de baunilha 
4 gemas
50 gr de amido de milho
125 gr de açúcar (usei mascavado)
600 ml de leite 
1 vagem de baunilha

Ingredientes: ​Ganache de Chocolate
150 gr de chocolate negro (70% de cacau)
125 gr de natas ​

Ingredientes: Praliné de avelã
70 gr de avelã tostada e sem pele
120 gr de açúcar

Preparação creme baunilha robot de cozinha (bimby)
Abrir a vagem de baunilha e raspar o seu interior para dentro copo da bimby colocae os restantes ingredientes dentro e programar 12 minut/90ºC/ vel 2,5.Levar ao frio para ficar bem preso, reservar.

Preparação do merengue Robot de cozinha Bimby
Pré aqueça o forno a 180ºC 
Triture as avelãs até obter uma farinha e leve ao forno a torrar alguns minutos, retire do forno e polvilhe com 100 gr de açúcar e o amido de milho envolva bem e volte a colocar no forno mais alguns minutos retire e reserve (arrefecer)  
Coloque  as claras com o sal no copo da bimby com borboleta e bater  em castelo bem firme. Ir acrescentando o restante açúcar aos poucos até obter um merengue espesso. E por fim com ajuda de  uma espátula envolver delicadamente a mistura da avelã no merengue até incorporar bem.
Disponha uma folha de papel vegetal num tabuleiro de forno desenhe 3 rectângulos todos da mesma medida vire o papel vegetal ao contrario para merengue não ficar em contacto com tinta do desenho. E com ajuda de saco de pasteleiro preencha esses rectângulos assim ficarão todos com mesma medida. Baixe a temperatura do forno para 150ºC e leve la os meregues a coser 40 a 50 minutos até ficarem douradinhos. Deixe arrefecer no forno com a porta entreaberta.

Preparação de Ganache de chocolate Robot de Cozinha Bimby
Coloque o chocolate no copo da Bimby e de uns toques de turbo junte as natas e programe 7minut/ 60ºC/vel. 1. Reserve.

Preparação creme de baunilha Método tradicional
Bater as gemas com açúcar e o amido até dobrar o volume entretanto coloque um tacho ao lume com a vagem de baunilha até ferver passar com um coador o leite em fio sobre o creme batido sempre a mexer levar novamente ao lume desta vez bem brando até engrossar sem parar de mexer retirar e levar ao frio a arrefecer. Tem que ficar bem fresco. 
Reservar.

Preparação da ganache de chocolate Método tradicional 
Levar as natas a aquecer quase até ferver e verter sobre o chocolate previamente partido em pedaços pequenos. Deixar repousar 1 minutos e mexer bem até estar perfeitamente uniforme. Reservar também no frio até usar.

E por fim o Praline  levar o açúcar ao lume num tachinho até formar caramelo. Distribuir as avelãs picadas grosseiramente sobre uma folha de papel vegetal e verter o caramelo por cima. Deixar arrefecer completamente e picar grosseiramente.


Montagem: Eu montei minha dacquoise assim: Colocar um rectangulo de merengue no prato de servir, espalhar o creme de baunilha na base de merengue mas sem chegar as pontas, pontas essas que preenchi com ganache ( Seja a ganache segurou o creme dentro.
Repeti o processe na base seguinte.
E por fim no topo da dacquoise, ganache de chocolate e o praliné .
Levar ao frio até hora de servir.

Notas: Segui quase a risca a receita troquei a forma por uma questão de tempos e troquei fava Tonka pela baunilha( difícil de arranjar)





Bom Apetite! 

quinta-feira, 5 de abril de 2018

Pato confitado com Carpaccio de Laranja em Puré de Batata doce.





 Perna de Pato confitada com carpaccio de laranja em puré de batata doce.
Tenho a dizer que é maravilhoso e fácil de se fazer.
Uma refeição perfeita para um almoço de domingo por exemplo bem tardia com cheiro e frescura dos dias de Primavera que ainda não deu ar de sua graça.
Mas nós somos pacientes e esperamos porque ela vai chegar, cheia de cor, de cheiros brisas amenas e raios de sol que nos aquece não só a pele mas também a alma. 
Isto para não falar que que é aquela refeição que colocamos no forno e nos esquecemos de durante 2 belas horas, vá digam lá não é perfeita para um almoço de Domingo assim bem descontraído sem o tic tac do relógio? Sem a preocupação de estar atenta ao fogão? Para mim sim é maravilhoso.




Ingredientes(pato)
1 perna de pato por pessoa
vinho branco q/b
4 dentes de alho
Flor de sal
1 malagueta laminada
1 folha de louro
Tomilho fresco
1 cálice de vinho do porto 
Azeite q/b (bastante)

Ingredientes Puré e salada
Laranja q/b
batata doce
Alface
Rucula
Framboesas

Preparação
De véspera ou no mínimo com 2 horas de antecedência coloque as pernas de pato a marinar em  vinho branco,  dentes de alho,flor de sal, tomilho, vinho do porto, louro e a malagueta.
De uns golpes em profundidade nas pernas para entranhar o tempero da marinada. Ligue o forno a 170ºC coloque as pernas do pato numa assadeira onde não sobre espaço de fundo depois cubra quase na totalidade 70/80% com azeite. Dai importância de assadeira não sobrar espaço de fundo as pernas devem estar bem acondicionadas  na assadeira coloque junto o tomilho o louro. tape com papel de prata faça um ou dois furos para circular ar e esqueça durante 2 horas.
No fim dessas 2 horas retire o papel de prata e deixe por mais 30 minutos, sendo que nos últimos 10 minutos ligue a ventoinha do forno para tostar a pele do pato.

Puré de batata método tradicional 
Durante estes últimos 30 minutos faça o puré de batata doce de polpa laranja.
descasque as batatas e leve a cozer em agua e sal cerca de 20 minutos, escorra a agua e esmague em puré adicionando uma colher de sopa de manteiga e uma 1 ou 2 colheres de sopa de leite conforme consistência preferida.

Puré de batata Robot de Cozinha
Descasque as batatas e parta aos palitos  coloque dentro do copo com  100 gr de água e sal, programe 100ºC/vel2,5 com borboleta/ 20 mint. terminado o tempo escorra o resto de água e junte 1 colher de sopa de manteiga e 1 ou e de leite triture tudo num puré durante alguns segundos a velocidade 4 e 5.Acompanhar comum carpaccio de laranja e uma salada verde que dá uma frescura excepcional a carne.
Nota: O azeite que usou para confitar o pato que ainda é bastante não atire fora coe as ervas e passe para um frasco poderá usar depois em assados mais tarde. 






Bom Apetite!



                    

domingo, 1 de abril de 2018

Rocambole salgado!



Rocambole não conhecia pelo menos por este nome (rocambole) agora a  ideia o genero da coisa, sim claro um rolo...
Salgado... Doce milhentas formas deliciosas. Mas pelos vistos tem nome rocambole. Clro que fui fazer uma pequena pesquisa sobre e descobri uma muito engraçada a qual não resisto  deixar Aqui ou Aqui e Aqui e tem muitas mais a reclamar sua origem.
Foi 1 vez que fiz surpreendeu pela positiva gostei muito massa super fofa muito fácil de trabalhar  e realmente podemos fazer uma infinidade de sabores, salgados doces.
Eu não o fiz mais verde porque aqui em casa tem adolescente  em fase de não gostar de legumes...  


Ingredientes para massa
240gr farinha
6 ovos
350gr leite
15 gr de oleo
Pitada de sal
espinafres (opcional)
15 gr de pimento vermelho
1 colher de chá de fermento 

Ingredientes para recheio
200 gr de queijo mozarela 
1 tomate partido em rodelas finas
25 gr de pimento vermelho partido tiras fininho
Azeitonas recheadas com pimento laminadas
Ketchup Q/B
200 gr de fiambre de peito de frango fumado
Oregãos 


Preparação robot de Cozinha
Ligue o forno a 180ºC //190ºC
Coloque dentro do copo a farinha, leite, espinafres, sal e triture tudo alguns segundos ate desfazer bem os espinafres por fim junte o fermento e envolva alguns segundos a vel.4.
Pique bem miudinho o pimento vermelho e junte.
Num tabuleiro forrado a papel vegetal verta para la a massa será bastante liquida e leve ao forno 15 a 20 minutos a 180ºC 
Retire do forno e deixe arrefecer um pouco, morno /frio.  Passe ao recheio polvilhe generosamente com queijo  o fiambre por cima , Ketcup azeitonas e pimento e mais queijo e ketcup a gosto, enrole no sentido de largura com ajuda do papel vegetal, aperte bem. Em cima do rocambole coloque o tomate as rodelas sobrepostas umas nas outras queijo e azeitona por cima e mais 20 minutos de forno a 160ºC . 
Servir ainda em quente acompanhado de uma salada verde. 


Preparação Tradicional
Coloque dentro de um liquidificar ou numa taça alta e com uma varinha magica a farinha, leite, espinafres, sal e triture tudo alguns segundos ate desfazer bem os espinafres por fim junte o fermento e envolva alguns segundos. Pique bem miudinho o pimento vermelho e junte.

Num tabuleiro forrado a papel vegetal verta para la a massa será bastante liquida e leve ao forno 15 a 20 minutos a 180ºC 
Retire do forno e deixe arrefecer um pouco, morno /frio.  Passe ao recheio polvilhe generosamente com queijo  o fiambre por cima , Ketcup azeitonas e pimento e mais queijo e ketcup a gosto, enrole no sentido de largura com ajuda do papel vegetal, aperte bem. Em cima do rocambole coloque o tomate as rodelas sobrepostas umas nas outras queijo e azeitona por cima e mais 20 minutos de forno a 160ºC.
Servir ainda em quente acompanhado de uma salada verde.





Bom Apetite!