Novembro... O mês da Castanha!

 


E assim foi o mês de novembro!
Um mês deliciosamente generoso, em partilhas
Dedicado a castanha. Foi maravilhoso estamos de coração cheio. Com tantas partilhas deliciosas. Estamos mesmo muito felizes. Só temos agradecer o carinho e dedicação aqui depositada na rubrica. #oingredientedomes. 
Saber que aqui neste post posso encontrar uma refeição completa desde entrada a sobremesa com castanhas. Ai é tão bom. Difícil será escolher, qual delas fazer. Para um jantar ou almoço com aqueles que mais gostamos.
Obrigada ♡

    Intrusa Na Cozinha ↠ Caracóis Folhados de Aleira e Castanha!                 



 Intrusa na Cozinha↠ Sopa Cremosa de Castanhas
                        

   Flor de Rosmaninho ↠  Dica para descascar e congelar Castanhas.

                         



   Da Horta para a cozinha ↠ Codornizes Recheadas com Castanhas e Cogumelos
                          

                        

   Teresa Saraiva ↠ apreto_photo - Sopa de castanha
                         

                          

Cristina Rosado  ↠  Caracois de castanha
                        


   Intrusa na Cozinha ↠  Cotta de Castanha

  
   Da horta para a Cozinha ↠Salada de Outono
                         

   Flor De Rosmaninho↠Sopa de Castanha!
                        

   Da Horta para a Cozinha ↠ Caracóis de castanha e Cacau 
                                        

   Flor de Rosmaninho↠ Rolinhos de Castanha
                         

                         

   Intrusa na Cozinha ↠ Pão sem Amassar de Castanha
                         

      António Paulo Duarte ↠ aquihagatofood
                        

   Intrusa na Cozinha ↠ Castanhas fritas

                          

Flor de Rosmaninho↠ Mousse de Castanha!
                          

    Intrusa na Cozinha ↠  Munfins de Castanha
                        

sweetmoodinspirations ↠ Granola de Castanha
                  

Flor de Rosmaninho↠ Pudim de Castanhas!    
                                                     

Intrusa na Cozinha ↠Pudim de Castanha





Dezembro... O ingrediente do mês é a Noz!



E pronto, já é Dezembro! 

Mais um ano a fechar...Um novo Inverno a chegar.
Um ano se passou...bem rápido. O tempo voa ainda  parece que foi semana passada que este projeto começou #oingredientedomes. E já estamos no 12º ingrediente. Foi, está a ser, uma deliciosa aventura.
Um caminho cheio de sabor muitas partilhas,  com crescimento neste mundo da blogosfera. Mundo esse onde ainda dou pequenos passos. E a minha querida sócia com sua paciência me vai ajudando e orientando. Obrigada Martinha 💛
Um convite 💛
Uma dupla que iniciou com  em Janeiro e já estamos em Dezembro, foi mesmo um fosforo este ano...Mas o balanço é muito positivo, foi um ano delicioso em todos os aspetos. Em especial na amizade e carinho, que foi crescendo entre mim e a minha querida socia Marta Dionísio a mentora do delicioso blog Intrusa na cozinha  
E no meio desta conversa toda ainda não referi a noz. A eleita para fechar o ano de 2022. Uma excelente escolha, não concordam? Isto para não falar que a usamos muito neste mês em especial claro. O mês das festas, onde a noz entre muitos outros frutos secos fazem as delicias nas nossas mesas.

Por isso, lançamos de novo o convite: juntem-se a nós, e até ao último dia do mês de dezembro, inclusive, tragam uma receita, talvez aquela que tantas vezes tem ficado em lista de espera, ou aquela que repetem vezes sem conta nas vossas cozinhas sem que lhe tivessem dado o devido destaque, ou a outra que é de família, a que tem um segredo, aquela que desperta memórias… 
As regras vocês já sabem, é única ..A receita tem que ter noz!


 A noz é o fruto seco mais rico em gorduras ómega-3: uma dose de 30 g contém 2,6 g de ácido gordo ómega-3, fornecendo 200% da dose diária recomendada.

A ingestão de ómega-3 ajuda a reduzir os valores dos triglicéridos e do colesterol mau, o LDL, favorecendo o aumento do colesterol bom, o HDL, reduzindo o risco de doença coronária.

Na sua composição química estão presentes vitaminas do complexo B, especialmente tiamina, B6, ácido fólico e minerais como o fósforo, o magnésio e o cobre. Este fruto de casca rija contém elagitaninos, um tipo de polifenol com propriedades antioxidantes e anti carcinogénicas.

 São uma boa fonte de gama-tocoferol, um tipo de vitamina E, conhecida por ajudar no combate contra o cancro da mama, da próstata e do cólon.

A melatonina, um antioxidante presente nas nozes, faz deste fruto um alimento excelente para os nervos e para uma boa noite de sono.

Cruas ou torradas, as nozes são um snack saciante e nutritivo. Picadas dão um toque crocante e saboroso a tartes, saladas, iogurtes e sobremesas. Podem ser misturadas com sucesso na massa de pães e bolos. A combinação com chocolate é simplesmente infalível. Também pode ser usada em pratos salgados, como pratos de arroz ou massa. “Da noz o figo é bom amigo”, diz o ditado popular e podemos comprová-lo provando doce de figo com nozes ou os figos secos recheados com nozes, tão típicos do Natal. Outra combinação perfeita é com queijo Brie ou Camembert!

 

Pudim de Castanhas!

 





























Mais uma deliciosa forma de comer castanhas. Um pudim delicioso.
Mas com castanha ainda não descobri forma alguma, a qual não me renda.
Desde as rilhar em cruas... a cozidas e assadas, claro. Em doces, em salgados. 
De todas as formas, são maravilhosas, super versáteis na culinária.
E este delicioso pudim foi a escolha eleita, para fechar em grande o mês de Novembro.
Bem docinho. 
Pudim de Castanhas, um, pudim intenso, com sabor a Inverno! 
A receita veio daqui: Alquimia dos Tachos.       



   
Ingredientes
250g de Castanhas, cozidas e descascadas
4 Ovos
400ml de Leite
150g de Açúcar
1 c. sopa de Amido de Milho

Preparação
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Prepare uma forma de pudim de 22x12cm, barrando-a com caramelo.
Coloque num liquidificador todos os ingredientes e bata durante, pelo menos, 2 minutos, até obter um creme homogéneo e suave (sem grumos).
Verta o creme na forma preparada e leve ao forno a cozer, em banho-maria, durante cerca 50 minutos, ou até que inserindo um palito no centro do pudim este saia limpo.
Retire cuidadosamente do forno e deixe repousar sobre uma grade, durante cerca de 30 minutos. Depois leve ao frigorífico até que o pudim arrefeça completamente. Idealmente de um dia para o outro.
Na altura de servir, desenforme e decore a goste.




Mousse de Castanha!



 

Castanhas tem uma época tão curta. Que eu tento aproveitar ao máximo. 
Explorar de diferentes formas. E confesso que nos últimos tempos ando muito inclinada para doces.
Porque é sempre uma agradável surpresa.
A densidade, textura da castanha é tão perfeita. E já andava com vontade de fazer esta mousse de castanha. Ora este é o mês perfeito, certo? 
Afinal esta pequena menina é a rainha do mês de Novembro na rubrica #oingredientedomes.
E estamos na época delas também. Estão no seu expoente máximo de aproveitamento. 
Esta mousse foi inspirada numa do Célio Cruz do maravilhoso Blog Sweet Gula
Eu usei castanha em puré  no lugar do creme de castanha e baunilha. 
E tenho que vos dizer é uma mousse para repetir pelo menos uma vez por ano. Quando a castanha estiver em plena época e dar aquela vontade de a usar em tudo e mais alguma coisa.
Fica uma mousse densa com textura. Robusta, perfeita para Inverno.
Uma docinho que se come ao pé da lareira, num perfeito dia de Inverno.



Ingredientes
300 gr de castanha cozida e reduzidas a puré 
1 requeijão de vaca
300gr de natas
150gr de açúcar amarelo
Chantili e cacau na hora de servir

Preparação Tradicional
Comece por cozer as castanhas em agua e uma pitada de sal (com casca, sem casca fica ao critério)
Bater as natas em chantili bem seguro.
Com ajuda de robot de cozinha ou carinha magica reduzir as castanhas, o açúcar e o requeijão a um puré.
Juntar as natas batidas e envolver bem. Passar para copinhos de servir e levar ao frio no mínimo por 2 horas.
Na hora de servir colocar mais um pouco de chantili e polvilhar com cacau.

Preparação robot de cozinha
Com o copo bem limpo e seco coloque as natas a bater vel.3,5 com borboleta ate ficar em chantili. Retire para uma taça e reserve. 
Sem lavar o copo coloque as castanhas, açúcar e o requeijão e reduza a puré.
Juntar as natas batidas e envolver bem. Passar para copinhos de servir e levar ao frio no mínimo por 2 horas.
Na hora de servir colocar mais um pouco de chantili e polvilhar com cacau.









Rolinhos de castanha!


E em dias de chuva dá aquela vontade de ligar o forno deixar o ambiente mais quente e com cheirinho  doce no ar. Apetece uma bebida quente, um chá, café ou então um chocolate quente. E para acompanhar um rolinho de castanha acabado de sair do forno... Que bom, que é um dia de chuva!


As castanhas não são um fruto recente. Pelo contrário, contam com mais de 90 milhões de anos, remetendo-nos para a região leste do Mediterrâneo. Foi a partir daqui que o castanheiro (Castanea sativa Mill.) se começou a espalhar pela Europa.
Hoje, em Portugal, existem várias áreas geográficas com produção de castanhas de elevada qualidade. É o caso da região da Serra da Padrela, Marvão-Portalegre, Trancoso e Terra Fria Transmontana. 
Cheia de sabor e ótimos nutriente para nossa saúde. 
São ricas em minerais como cálcio, ferro, magnésio, potássio, fósforo, zinco, cobre e selénio.
Então hoje trago uns rolinhos de castanha deliciosos, inspirados nos famosos e deliciosos rolinhos de canela. Aprovadíssimos, espero que gostem.



Ingredientes para massa 
250 gr de farinha de trigo s/fermento
1 c. de chá de fermento de padeiro seco
1 pitada de sal
15 gr de açúcar amarelo
1 c. de chá de açúcar baunilhado
100ml de leite morno
25 gr de manteiga derretida
1 ovo t. L


Ingredientes para recheio
200 gr de castanhas (pode ser congeladas)
50 gr de vinho do porto
2 colheres de sopa de mel
1 pitada de sal


Ingredientes para glacé
4 c. de sopa de leite morno
100gr de queijo tipo Philadelphia  
40 gr de açúcar em pó

Preparação tradicional da massa
Numa taça grande misture todos os ingredientes e amasse ate obter uma massa macia e bem maleável, mais ao menos 5 a 10 minutos amassar a mão.
Cubra a massa com uma pelicula aderente e deixe levedar durante 1.30h ou até dobrar de tamanho. 


Preparação da massa Robot de Cozinha 
Colocar todos os ingredientes dentro do copo e programar 5 mint/vel espiga.
Passe para uma taça, cubra a massa com uma pelicula aderente e deixe levedar durante 1.30h ou até dobrar de tamanho. 

Preparação recheio Método tradicional
Coloque as castanhas a cozer com o vinho do Porto, mel e sal. reduza a puré e reserve.

Preparação recheio Método Robot de cozinha
Coloque as castanhascom o vinho do Porto, mel e sal, dentro do copo. Programe 15 minu/90ºC/ vel1. no fim velocid.5 e 7 até ficar um puré bem cremoso.

Preparação dos rolinhos
Em cima de uma base enfarinhada estique a massa em um retângulo e espalhe o recheio de amora deixando a toda a volta uma margem de 2cm sem recheio para não basar fora.
Enrole em forma de torta e corte os rolinhos com cerca de 2,5cm de espessura coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal e deixe levedar por mais 30 minutos.

Pré aqueça o forno a 190º C.
Pincele os rolinhos com leite e leve ao forno a cozer por 20-25 minutos, ou até ficarem dourados.
Enquanto os rolinhos estão a assar, faça o glacé misturando os ingredientes muito bem com uma vara de arames e espalhe o glacé sobre os rolinhos usando um pincel de cozinha enquanto ainda estão quentes.











Sopa de castanha!

 






Ontem foi dia de S. Martinho, dia de comer castanhas. Segundo a tradição.
Por norma a grande maioria das pessoas  comem assadas. O que são muito boas sim sem dúvida alguma. 
Mas desta vez trago as castanhas numa sopa. Já andava há muito tempo, para a fazer. Ia passando de ano para ano a vontade de fazer. E depois como se diz "Passou o dia passou a romaria" E a vontade lá se perdia no meios de outras vontades impostas. 
Mas este ano estava decidida a fazê-la.  
Depois de uma pequena pesquisa, de várias receitas que encontrei na internet. Decidi ir pelo meu gosto pessoal. Ainda bem que o fiz! Pois resultou numa sopa super cremosa, intensa de sabor e com uma cor linda. A puxar aos castanhos. 
Uma sopa para repetir mais vezes com toda a certeza. 
Pois as minhas pessoas 💕 gostaram muito dela.




Ingredientes
1 batata média
1 cebola
1 chuchu
1 courgette descascada 
400 gr de castanhas congeladas
Agua q/b
Sal q/b
Azeite q/b
4 tiras de bacon
Amêndoa laminada

Preparação método tradicional
Descasque e arranje (lavar e partir) batatas, o chuchu, a cebola e a courgette.
Coloque numa panela com água, sal e azeite. Coloque também as castanhas e leve ao lume para coser. 
Numa sertã leve as amêndoas laminadas a torrar, reserve, frite o bacon sem gordura até ficar bem estaladiço, reserve também. 
Retira 6 castanhas da panela, já cozidas e reserve.
Com a varinha mágica triture muito bem a sopa até estar bem cremosa.
Entretanto pique o bacon e as castanhas que retirou da panela antes de passar a varinha mágica. Sirva a sopa no prato ou tigela e disponha sobre cada sopa um pouco de bacon, castanha e amêndoa torrada.
E por fim uma folhinha de manjericão.

Preparação Robot de Cozinha 
Descasque e arranje (lavar e partir) batatas, o chuchu, a cebola e a courgette.
Coloque numa panela com água, sal, as castanhas  e o azeite. Coloque cerca de 6 castanhas a cozer na Varoma. Programe 20 min/ Varoma.
Entretanto numa sertã toste as amêndoas laminadas e reserve. Na mesma sertã leve o bacon a grelhar sem gordura alguma, até ficar bem estaladiço, reserve também.
No fim do tempo da cozedura da sopa triture na vel.5/7 e 9.
Numa sertã leve as amêndoas laminadas a torrar, reserve, frite o bacon sem gordura até ficar bem estaladiço, reserve também.
Por fim  pique o bacon e as castanhas que cozeu na varoma e reserve. Sirva a sopa no prato ou tigela e disponha sobre cada sopa um pouco de bacon, castanha e amêndoa torrada.
E por fim uma folhinha de manjericão.